Futebol/Seleção Brasileira - ( )

Brasil encara Chile em último teste antes de lista das Confederações

Belo Horizonte (MG)

O técnico Luiz Felipe Scolari terá nesta quarta-feira a última oportunidade de observar os jogadores da Seleção Brasileira para a Copa das Confederações. Às 22 horas (de Brasília), no estádio do Mineirão, o treinador dirige uma equipe caseira no amistoso contra o Chile.

Este é o último jogo do Brasil antes da convocação para o torneio, pois a lista oficial está prevista para ser divulgada em 14 de maio. Depois disso, a Seleção ainda disputará amistosos, mas já com o grupo definido para a Copa das Confederações.

“Ninguém tem cadeira cativa na Seleção. É uma oportunidade para todos que estão aqui”, afirmou Neymar, apesar de ser nome certo na lista para o torneio, que será realizado entre 15 e 30 de junho.

Enquanto o jogador do Santos vive situação tranquila, o meia Ronaldinho Gaúcho tem neste jogo sua grande oportunidade, já que Felipão deixou claro que o astro do Atlético-MG disputa espaço no elenco com Kaká, que não foi convocado por se tratar apenas de uma equipe com atletas do futebol nacional.

A partida também servirá como um teste para o Mineirão e para Belo Horizonte. Desde a chegada da seleção chilena à cidade, o jogo é tratado como se fosse de Copa do Mundo, inclusive na parte de segurança. Já Felipão está na expectativa maior em relação ao apoio da torcida.

“É tão importante notarmos que o povo mineiro está participando. Perto de 50 mil ingressos já foram vendidos (até esta terça). Os mineiros foram receptivos à Seleção e, provavelmente, teremos aqui o início de uma campanha que vai até o Mundial, com espírito brasileiro de incentivo aos nossos atletas, que é o que queremos realmente”, afirmou.

Já a seleção chilena não disputará a Copa das Confederações, mas os jogadores visitantes manifestam respeito pelo jogo desta quarta-feira, utilizando o amistoso como preparação para a sequência das Eliminatórias para a Copa do Mundo no Brasil.

“Enfrentaremos grandes jogadores e será uma partida que nos servirá como parâmetro para os encontros que teremos em junho”, afirmou o defensor José Rojas, do Universidad de Chile.

Já outro jogador do clube foi o pivô de uma polêmica na seleção. O meia Charles Aránguiz não se apresentou ao técnico Jorge Sampaoli, enquanto o departamento médico do Universidad alegou que o jogador está com desgaste físico.

O destaque do time é o atacante Eduardo Vargas, que atua pelo Grêmio. O torcedor do Flamengo também poderá ver o zagueiro Marcos González na escalação de Jorge Sampaoli.

FICHA TÉCNICA
BRASIL X CHILE

Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 24 de abril de 2013, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (do Paraguai)
Assistentes: Carlos Cáceres e Dario Gaona (ambos do Paraguai)

BRASIL: Diego Cavalieri; Jean, Dedé, Réver e André Santos; Ralf, Paulinho, Jadson e Ronaldinho Gaúcho; Neymar e Leandro Damião
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CHILE: Johnny Herrera; Rojas, Marcos González, Toselli e Acevedo; Reyes, Mena, Cristián Álvarez e Andrés Robles; Eduardo Vargas e César Cortés
Técnico: Jorge Sampaoli

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade