Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Busquets critica árbitro: “Não ficou tranquilo até PSG empatar"

Barcelona (Espanha)

A atuação do árbitro alemão Wolfgang Stark no empate por 2 a 2 entre Paris Saint-Germain e Barcelona, nesta terça-feira, desagradou o volante espanhol Sergio Busquets. O meio-campista criticou o desempenho de Stark e afirmou que a equipe francesa, que igualou o placar aos 49 minutos do segundo tempo, foi favorecida no confronto realizado no estádio Parc des Princes, válido pelas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

“Ibrahimovic estava um ou dois metros impedido em seu gol. É incrível como o assistente não percebeu isso. A posição irregular era claríssima”, disse em entrevista ao canal TV 3, lembrando os auxiliares Mike Pickel e Jan Hendrik Salver. “O árbitro não ficou tranquilo até nosso adversário empatar”, completou.

O duelo decisivo entre Barcelona e Paris Saint-Germain será na próxima quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), no estádio Camp Nou. A equipe que triunfar no embate garante vaga nas semifinais. Em caso de empate por 0 a 0 ou 1 a 1, a classificação será da equipe blaugraná. Qualquer igualdade por três gols ou mais assegura o time francês na sequência do torneio. Se o confronto novamente terminar com 2 a 2 no placar, a disputa irá para prorrogação e, possivelmente, pênaltis.

O clube catalão não contará com o volante Javier Mascherano no confronto de volta, já que o argentino recebeu cartão amarelo e precisará cumprir suspensão. Além disso, o atleta sul-americano deixou o campo lesionado já no final da partida e deve desfalcar o time por seis semanas. O atacante Lionel Messi, com suspeita de problema no bíceps femoral da perna direita, deve ficar fora dos gramados por três semanas e também pode ser ausência. Pelo lado do time parisiense, Matuidi, suspenso, não joga.

“O que precisamos fazer no Camp Nou é jogar nosso futebol e controlar o ímpeto de Lavezzi, Pastore, Ibrahimovic e Lucas Moura. Não poder contar com Leo (Messi) e Mascherano na partida de volta fará com que a tarefa seja mais difícil, mas confiamos no apoio de nossa torcida”, encerrou Busquets.

AFP
Sergio Busquets questionou posição de Ibrahimovic no primeiro gol do Paris Saint-Germain

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade