Futebol/Copa do Brasil - ( )

Caio Júnior elogia Marquinhos e ironiza críticas da torcida

Salvador (BA)

A goleada contra o Mixto-MT, por 5 a 1, na noite desta terça-feira, garantiu, além da classificação para a próxima fase da Copa do Brasil, um clima de tranquilidade no Barradão. Depois de duas derrotas seguidas (para o próprio Mixto, no jogo de ida, e para o Botafogo-BA, no Campeonato Baiano), a equipe comandada pelo técnico Caio Júnior começou a ser questionada.

“(Nesta terça-feira) Jogamos no mesmo nível do Ba-Vi. Taticamente perfeito. Quando os jogadores assumem esse papel tático, tenham certeza que vamos dar muito trabalho. Foi uma vitória convincente. A gente precisava, o grupo precisava. Página virada. É uma nova página”, disse Caio Júnior após a partida.

O questionado Marquinhos, que tinha sua saída do Vitória dada como certa no início da temporada, foi o grande destaque da partida, e ganhou elogios de Caio Júnior.

“Ele (Marquinhos) tem que manter isso. Não pode se acomodar, começar a não aparecer, esse tipo de coisa. Deixei ele bem de lado para ele sentir essa pressão, e a reação foi muito boa. Dava a vida no treino e foi nessa busca que ele recuperou a posição”, afirmou. “Espero que não seja a minha última partida boa e sim a primeira de muitas”, declarou o jogador.

Caio Júnior também comentou a reação da torcida, que o chamou de burro no momento em que Vander substitui Maxi Biancuchi.

“Quando coloquei o Vander, a torcida me chamou de burro. Lembrei de um livro que o Levir Culpi vai lançar chamado Burro com sorte. Acho que hoje o burro teve sorte", ironizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade