Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Corintianos compram ingressos da torcida da Ponte e causam tumulto

Helder Júnior Campinas (SP)

Três torcedores do Corinthians precisaram ser escoltados por policiais militares para não se tornarem alvos de agressões no Estádio Moisés Lucarelli, neste domingo, cerca de uma hora antes de a partida com a Ponte Preta começar. O trio de corintianos comprou ingressos para o setor destinado ao time da casa e acabou reconhecido.

Irritados com a presença de torcida rival na arquibancada, um grupo de torcedores da Ponte começou a esbravejar: “Ei, gambá, vai tomar no...!”. Outros, mais exaltados, ameaçaram romper o cerco que a Polícia Militar fazia aos corintianos para desferir agressões físicas.

Quando os torcedores do Corinthians enfim foram retirados da arquibancada, a maioria da torcida da Ponte Preta aplaudiu. O sistema de som do estádio de Campinas anunciou em seguida: “Atenção, torcedores, seus atos estão sendo filmados”.

Os três torcedores do Corinthians que se arriscaram na arquibancada do público ponte-pretano foram alguns dos poucos a conseguir chegar cedo ao Moisés Lucarelli. A Polícia Militar retardou a entrada das organizadas corintianas para evitar tumulto.

Sem a presença dos corintianos, a torcida da Ponte Preta aproveitou para provocar os goleiros do Corinthians. Danilo Fernandes e Julio Cesar (que falhou nas quartas de final do Campeonato Paulista do ano passado, exatamente contra o time de Campinas) realizaram aquecimento sob berros de “frangueiros”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade