Futebol/Campeonato Mineiro - ( - Atualizado )

Cruzeiro trabalha bolas paradas para superar América-MG no Mineirão

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Marcelo Oliveira comandou uma atividade tática nesta quarta-feira, na Toca da Raposa, e exigiu bastante dos jogadores nas bolas aéreas. O treinador cruzeirense sabe da importância que a bola parada tem nos jogos e por isso tem trabalhado para surpreender o América-MG no clássico deste domingo, no Mineirão.

O volante Nilton confirma que o comandante celeste quer que os atletas treinem a exaustão as cobranças de falta e escanteio. “O professor trabalha muito a bola parada, o que pode fazer diferença. Ele pede para a nossa equipe trabalhar repetidamente cobrança de falta, escanteio, marcação também, para não deixar muito aberto”, afirma.

Washington Alves/Vipcomm/Divulgação
Nilton revela pedido de Marcelo Oliveira por aperfeiçoamento de bolas visando clássico com o América-MG
Questionado sobre jogar o clássico no Mineirão, Nilton se mostrou animado, já que o mando de campo é do América-MG, que aceitou jogar no gigante da Pampulha. Segundo ele, o Cruzeiro estará em casa e contando com o apoio da torcida, o que é uma vantagem a mais para a Raposa.

“A equipe vai ter um clássico mais uma vez jogando no Mineirão. Não deixa de ser nossa casa, ficamos à vontade. O torcedor vai comparecer novamente, o que é muito bom para a nossa equipe. Cada vez o entrosamento aumenta. Os jogos servem de lições e esperamos ter mais uma vitória em um clássico, o que seria muito importante”, declara.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade