Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Dirigente do Fla cobra grupo: “No Brasileiro não vai ter desculpa”

Rio de Janeiro (RJ)

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Wallim Vasconcellos, se reuniu com o elenco para discutir o futuro da equipe na temporada e cobrar uma reação do time. Ele explicou como foi o encontro.

"Conversei com os atletas e basicamente pedi empenho. Aqui no Flamengo a torcida quer raça, nós gostamos disso. O time pode até perder, mas tem de lutar até o último minuto em todos os jogos. Confiamos no trabalho de todos e no do Jorginho. Mas eu avisei que a partir do Campeonato Brasileiro não vamos aceitar mais desculpas. Nós queremos o time voando no restante da temporada", disse.

O dirigente também falou sobre reforços para a sequência do ano e descartou alguns nomes que vinham sendo especulados no clube da Gávea.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
O meio-campista Ibson participou dio treino de aprimoramento de finalizações
“Não tem nada com o Mariano e também não existe nada de Robinho. O zagueiro Roger Carvalho nós investigamos, mas não abrimos negociação. Jorginho nos deu alguns nomes e estamos olhando, avaliando e observando esses atletas. Estamos analisando o mercado e acredito que com três ou quatro peças podemos ter uma equipe forte para a temporada.”

Na manhã desta terça-feira, a equipe treinou no Ninho do Urubu e o técnico Jorginho escolheu intensificar o trabalho técnico. A equipe realizou uma atividade para aprimorar cruzamentos e finalizações.

Carlos Eduardo segue se recuperando de uma mialgia (dor muscular) na coxa e não participou dos treinos. Outro que não trabalhou com o grupo foi Elias, que apenas fez atividades de fortalecimento físico.

No domingo, em Volta Redonda, o Flamengo tem clássico com o Fluminense. Já eliminado, o Rubro-negro tem, ao menos, a motivaçõ de tentar complicar a vida do rival.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade