Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dívidas com Palmeiras e Coritiba custam 12 pontos a clube português

Lisboa (Portugal)

As contratações dos brasileiros Felipe Brochieri e Rodrigo Café, feitas em 2007, acabaram custando ao Naval mais do que o clube português esperava. Nesta sexta, a Fifa ordenou que a federação portuguesa puna a equipe com a perda de 12 pontos na segunda divisão nacional. A decisão foi tomada por conta das dívidas adquiridas pelo clube lusitano com Palmeiras e Coritiba, justamente pela compra da dupla de atletas brasileiros.

Em 2007, o meia Brochieri pertencia ao clube paulista, enquanto o goleiro Café tinha seus direitos ligados ao Coxa. Ambos foram negociados com o Naval para a disputa da primeira divisão portuguesa. No entanto, a equipe nunca chegou a saldar suas dívidas com as agremiações brasileiras, o que levou a Fifa a puni-lá pelo “calote”.

Com a punição, o Naval ficou com 31 pontos e entrou na zona de rebaixamento para a terceira divisão. A delicada situação levou o diretor executivo do clube, Mario Paiva, a protestar contra a punição. “Chegamos recentemente a um acordo com os dois clubes. Em relação ao Palmeiras, não tenho a data do acordo, mas com o Coritiba vence no próximo dia 20. São muitos pontos para perder a esta altura do campeonato. Vamos averiguar”, garantiu à rádio portuguesa Antena 1.

Brochieri, atualmente com 28 anos, atua no Louletano, também de Portugal. Já Rodrigo Café tem 27 anos e defende o Brussels, da Bélgica.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade