Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Dor na panturrilha e precaução tiram Luis Fabiano de treinamento

Tossiro Neto São Paulo (SP)

À espera de resposta da Conmebol quanto ao pedido de efeito suspensivo, Luis Fabiano não treinou na manhã desta terça-feira com o restante do elenco são-paulino. Com a panturrilha esquerda dolorida, o atacante foi preservado da atividade no gramado no CT da Barra Funda.

"Foi uma pancada no jogo de domingo (contra o Corinthians), mas nada grave, só um trauma. Ele até iria a campo, mas, em conversa com o Alexandre (Lopes, preparador físico), tivemos precaução", disse o médico José Sanchez.

O camisa 9 só encerrará o tratamento no Reffis na quarta-feira, quando a delegação viaja à Bolívia para, no dia seguinte, enfrentar o The Strongest. Caso o efeito suspensivo não seja concedido, porém, ele permanecerá treinando na capital paulista, já que tem mais três partidas de pena a cumprir na Libertadores.

A expectativa do departamento jurídico é de que a Conmebol responda ainda nesta terça-feira. Em tempo hábil, portanto, para saber se o jogador poderá ou não atuar.

Outra dúvida, esta menor, é Rogério Ceni. O goleiro machucou o pé direito em dividida com o corintiano Alexandre Pato – a qual deu origem ao pênalti que definiu a vitória adversária de virada, no Morumbi – e segue em tratamento. Como a evolução clínica tem sido significativa, os médicos confiam que ele vá a campo normalmente na quarta-feira pela manhã e viaje com o elenco.

Com os mesmos quatro pontos do Arsenal, um a mais do que o The Strongest, o São Paulo encara a equipe boliviana às 21h30 (de Brasília) desta quinta-feira, em La Paz.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade