Futebol/Liga dos Campeões - ( - Atualizado )

Com gol heroico de brasileiro, Borussia vira no fim e chega à semi

Dortmund (Alemanha)

Foi no sufoco. Até os 45 minutos do segundo tempo, o Borussia Dortmund perdia por 2 a 1, em casa, e via o sonho de conquistar o bicampeonato da Liga dos Campeões ficar para trás. Mas, em dois minutos, com dois gols após muita confusão na área do Málaga, o time alemão, com o brasileiro Felipe Santana, virou a partida e conquistou a classificação para a semifinal da competição.

O Málaga abriu o placar com Joaquín, Lewandowski empatou a partida, Eliseu, em posição de impedimento, colocou o time espanhol novamente à frente, e Reuss e Felipe Santana viraram o placar para a equipe alemã.

O Borussia agora espera o sorteio que acontecerá nesta sexta-feira, em Nyon, sede da Uefa, para conhecer seu adversário na luta pelo título. O Real Madrid, mesmo com a derrota para o Galatasaray, por 3 a 2, garantiu vaga. Nesta quarta-feira, os confrontos entre Paris Saint-Germain e Barcelona e entre Juventus e Bayern de Munique definirão os outros semifinalistas.

O jogo - No início da partida, a estratégia de Manuel Pellegrini de povoar o meio de campo do Málaga deu certo. O Borussia encontrou muitas dificuldades para conseguir armar jogadas de ataque nos primeiros cinco minutos.

AFP
Revelado pelo Figueirense, zagueiro Felipe Santana marcou um gol aos 47 do segundo tempo e se tornou o heroi da classificação do Borussia (foto: Patrik Stollarz)
Assim como na primeira partida, o Borussia encontrou pelo lado esquerdo do ataque o melhor atalho para tentar assustar a equipe espanhola. A primeira jogada de perigo do jogo saiu apenas aos 16 minutos, quando Lewandowski recebeu a bola próximo à grande área, percebeu o goleiro Cabalero adiantado e tentou o gol de cobertura. A bola subiu muito e passou por cima da trave.

Aos 25 minutos do primeiro tempo, logo na primeira jogada de perigo, em contra-ataque, o Málaga não desperdiçou a oportunidade e abriu o placar. Júlio Baptista recebeu a bola perto da área, acertou lindo passe para Isco, que tocou de primeira para Joaquín. O experiente meia espanhol, com um corte seco, se livrou da marcação do time alemão, e, de perna esquerda, chutou rasteiro, sem chances para Weidenfeller.

O Borussia, que era melhor na partida, pareceu sentir o gol. Depois da abertura do placar, os alemães, sem conseguir trocar passes no meio de campo, passaram a fazer lançamentos da defesa para o ataque, tentando contar com uma falha individual de algum zagueiro do Málaga.

O gol de empate saiu aos 40 minutos, quando Gotze se aproveitou de um erro na saída de bola do Málaga e ligou rápido contra-ataque com Reuss. O meia alemão, com um lindo passe de letra, deixou Lewandowski na cara do gol. O centroavante polonês driblou o goleiro Cabalero antes de mandar a bola para o fundo das redes.

AFP
Eliseu comemora o gol que parecia garantir a classificação do Málaga para a semi (foto: Odd Andersen)
A última chance do primeiro tempo foi criada pelo Málaga. Aos 46 minutos, após cobrança de falta, Duda subiu sozinho e cabeceou para o gol. Mas Weidenfeller, bem colocado, fez uma defesa segura.

O Borussia começou o segundo tempo de forma incisiva. Com menos de dois minutos, o Borussia chegou com Lewaandowski, que conseguiu chutar da entra da área, para defesa segura de Cabalero.

Um minuto depois, em cobrança de falta ensaiada, Demichelis cabeceou para o meio da área, onde Joaquín aparecia livre. Meia quase marcou o seu segundo gol no jogo, com forte cabeçada, defendida de forma brilhante por Weidenfeller.

Marcado na partida de ida pelas três chances claras de gol, Gotze perdeu mais uma em Dortmund. Aos sete minutos, o zagueiro Sánchez não conseguiu cortar de cabeça, e a bola sobrou para o jovem alemão, que aparecia livre na área. Gotze emendou de perna esquerda, mas pegou muito mal e isolou a bola.

Aos 16 minutos, após a bola sair pela lateral, Jesús Gámez caiu, reclamando de um possível tapa de Schmelzer. Depois de um princípio de confusão, o árbitro mostrou o cartão amarelo para o lateral espanhol.

AFP
Jogadores do Borussia saúdam vitória suada com os torcedores (foto: Odd Andersen)
Aos 23 minutos o Borussia conseguiu balançar as redes, mas o gol foi anulado por impedimento. Blaszczykowsk, em posição de impedimento, ajeitou de cabeça para Lewandowski, que mandou para o gol.

Um minuto depois, o Málaga quase marcou o segundo. O volante Toulalan acertou uma bomba de fora da área, para grande defesa de Weidenfeller.

Aos 30 minutos do segundo tempo, o goleiro Cabalero fez questão de mostrar que estava em campo. Após cruzamento da esquerda, Reuss apareceu no meio da área, e finalizou para o gol, à queima-roupa. O goleiro argentino fez um milagre para evitar o gol da virada.

Cabalero fez mais um milagre aos três minutos mais tarde, vencendo mais um duelo pessoal contra Mario Gotze. O alemão recebeu lindo passe e, sozinho, cara a cara com o goleiro, chutou para o gol. Goleiro salvou o Málaga com a ponta do pé esquerdo.

O Málaga passou à frente aos 36 minutos. Com lindo passe, Isco colocou Júlio Baptista na cara do gol. O brasileiro tocou na saída de Weidenfeller e Eliseu, em posição de impedimento, completou para o gol.

Em jogada confusa aos 45 minutos, Marco Reuss aproveitou e mandou a bola para o fundo das redes, empatando a partida. Dois minutos mais tarde, o brasileiro Felipe Santana se aproveitou de mais uma jogada confusa dentro da área e, na raça, marcou o gol que classificou o Borussia Dortmund.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade