Futebol/Bastidores - ( )

Em luto por acidente, Arena Palestra Itália tenta se manter viável

São Paulo (SP)

Pouco menos de dois anos depois de a WTorre anunciar a parceria com o Palmeiras para bancar a reforma do Palestra Itália, um desabamento no campo de obras do estádio vitimou fatalmente o operário Carlos de Jesus, deixando outro ferido na manhã desta segunda-feira. A construtora decretou um dia de luto, paralisando as obras que seguem alvo de dúvidas e discussões desde o anúncio da reforma e o início das obras – o Ministério Público, inclusive, tentou embargar mais de uma vez a viabilidade da entrega da Nova Arena.

Entre junho de agosto de 2008, o Conselho Deliberativo e os sócios do Verdão aprovaram o projeto de transformação do Palestra Itália em uma arena multiuso nos padrões Fifa, podendo até receber jogos da Copa do Mundo de 2014, cuja sede havia sido anunciada no Brasil há menos de um ano. Em 2009, a WTorre Empreendimentos assumiu a parceria com a gestão de Luiz Gonzaga Belluzo à frente do clube paulista e garantiu que o novo estádio seria entregue em 2012, isso já contando com modificações sugeridas por órgãos municipais e conselheiros do Palmeiras.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Por luto, as obras da Arena Palestra Itália serão interrompidas nesta terça-feira, dia seguinte ao acidente
No dia 22 de maio de 2010, com vitória por 4 a 2 para cima do Grêmio, o Palmeiras disputou a última partida oficial do Palestra Itália, vindo a realizar, em julho, um amistoso contra o Boca Juniors que marcou a despedida definitiva do estádio. “O futebol dá um tempo e entra em campo a engenharia”, relatou o site que acompanha as obras da Nova Arena. Naquele momento, depois de longo impasse, a data de entrega foi novamente alterada, desta vez graças ao discurso confiante de Walter Torre, dono da construtora responsável pela obra.

“A WTorre informa à nação palmeirense, aos paulistanos e aos brasileiros apaixonados por futebol que SEP assinou hoje a re-ratificação. E confirma que entregará em Abril/13 uma Arena da magnitude da cidade de São Paulo, e com a sempre inovadora e bonita história do Palmeiras”, postou Torre em sua conta no Twitter, propondo para abril deste ano a entrega da Arena Palestra. Passados 15 dias do início do mês previsto para a entrega do estádio, a situação não é tão certa: são apenas 63% das obras concluídas (segundo dados de março), sendo que o acidente deverá reforçar a cobrança do Ministério Público por alterações.

Divulgação
O projeto original foi alterado e sua viabilidade deve gerar mais discussões nas próximas semanas
O órgão questionava a viabilidade ambiental da Arena Palestra Itália, além do possível caos que causaria no trânsito da Zona Oeste de São Paulo. O acidente, inclusive, teria feito parte do contexto de uma falha jurídica na concepção da obra, pois a WTorre possui um alvará de 2002 válido apenas para reforma, e não para demolição ou nova construção – uma nova arquibancada estava sendo erguida sobre a antiga e, durante o processo, nesta segunda-feira, três vigas desabaram, acertando cinco operários. Três se livraram sem ferimentos, mas um deles ficou com leves escoriações e outro veio a falecer.

“A Wtorre tem oferecido assistência psicológica e material aos familiares de Carlos de Jesus. O mesmo cuidado foi dispensado ao outro acidentado, Crispiniano dos Santos, que teve ferimentos leves na cabeça e no punho, confirmados após check-up realizado na Santa Casa, em São Paulo. A WTorre e a TLMix (empresa terceirizada em que os operários trabalhavam) estão totalmente empenhadas em identificar as causas desta fatalidade no menor prazo possível”, disse a construtora por meio de nota oficial.

Divulgação
A entrega da Arena Palestra já foi prevista para 2012, abril de 2013 e agora outubro deste ano

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade