Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Empresa que dá nome à arena do Bayern está perto de batizar Palestra

São Paulo (SP)

O Palmeiras está perto de repetir um dos principais projetos de naming rights do futebol mundial. A alemã Allianz Seguros, que batiza a Allianz Arena, do Bayern de Munique, informou que está próxima do acerto para batizar o Palestra Itália, estádio que passa por reformas e deve ser reinaugurado em janeiro.

“A Allianz Seguros informa que está em fase de negociações avançadas com a WTorre para ter o direito de nomear a Nova Arena com a marca ‘Allianz’”, divulgou a própria seguradora em nota oficial.

Além da Allianz Arena, a empresa dá nome a outros quatro estádios no planeta: Allianz Arena, na Alemanha; a Allianz Stadium, em Sydney, na Austrália; a Allianz Park, em Londres, na Inglaterra; e a Allianz Riviera, em Nice, na França.

“A Allianz Arena em Munique é hoje o estádio multiuso de maior sucesso do mundo. A ação (com o Palestra Itália), se concluída, reforça a estratégia de crescimento da empresa no país e se revela no principal investimento em marca pela Allianz realizado até o momento”, prosseguiu o comunicado da Allianz.

Divulgação
O estádio do Palmeiras, em reforma desde o segundo semestre de 2010, deve ser reinaugurado no ano que vem
Ainda não foi informado oficialmente quanto a seguradora pagará pelos naming rights e por quanto tempo será estabelecido o acordo. Os rumores são de que o contrato será assinado por dez anos, sendo automaticamente renovado por outros dez. No acordo com o Palmeiras, a WTorre, responsável pela reforma, administrará o estádio até 2040.

A Allianz não confirma, mas comenta-se que a empresa buscou inicialmente um acordo com o estádio do Corinthians, que abrigará a abertura da próxima Copa do Mundo, mas a seguradora concluiu que o nome Itaquerão já está definido na população. Por isso, preferiu apostar em algo como “Allianz Palestra Itália” – o nome que seria adotado ainda está em discussão.

As reformas do Palestra Itália estão paralisadas desde segunda-feira, quando o desabamento de parte da estrutura montada sobre as antigas arquibancadas do estádio matou um operário e feriu outro. Por conta do acidente, a WTorre pouco tem se manifestado em relação à obra.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade