Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

“Experiente e vitorioso”, Joel Santana retorna ao Bahia pela 3ª vez

Salvador (BA)

Menos de 24 horas depois de anunciar a demissão do técnico Jorginho, goleado por 5 a 1 no clássico de reabertura da Fonte Nova, contra o Vitória, o Bahia anunciou a contratação de seu novo comandante para a sequência do Campeonato Baiano, Copa do Brasil e Série A do Campeonato Brasileiro: Joel Santana. Considerado “experiente e vitorioso” na nota oficial divulgada pelo clube, o treinador de 63 anos começa sua quarta passagem pelo Fazendão já nesta terça-feira.

O tempo de contrato do novo comandante não foi divulgado, mas já está definido que Joel chega ao Bahia sozinho, sem auxiliares ou outros membros de comissão técnica. Em 2012, logo após sua saída do Flamengo, o treinador se afastou do futebol para uma cirurgia no quadril e ficou “lendo, indo ao cinema e conversando com os amigos” no Rio de Janeiro, à espera de um convite. Sua chegada é aguardada em Salvador para o treino desta terça-feira, quando viaja com a delegação para São Luís, mas não comanda o Bahia na abertura da Copa do Brasil, contra o Maranhão Atlético Clube.

A primeira passagem de Joel Santana pelo Bahia ocorreu em 1994, com direito ao título do Campeonato Baiano em campanha marcada justamente por goeladas sobre o Vitória. O retorno ocorreu em 1999, com um novo título estadual. Joel só foi retornar ao Tricolor de Aço na temporada 2011, para substituir René Simões, sendo responsável pela retomada da equipe no Campeonato Brasileiro, com seis vitórias, quatro empates, sete derrotas, salvação do rebaixamento e vaga na Copa Sul-americana depois de 23 anos sem participação em torneios internacionais.

Divulgação/Bahia
Joel Santana passou no Bahia em 94 e 99, como campeão estadual, 2011 e agora 2013, logo após a saída de Jorginho
Ao final de 2011, Joel renovou contrato com o Bahia, clube que havia chamado de “sardinha” enquanto ainda comandava o Cruzeiro, mas logo deixou Salvador para assumir o comando do Flamengo, que havia dispensado Vanderlei Luxemburgo. Em 31 partidas, foram 17 vitórias, cinco empates e nove derrotas, sendo demitido em julho de 2012 e substituído por Dorival Júnior. Desde então, Joel não aceitou nenhum convite antes do Bahia, clube presidido por Marcelo Guimarães Filho, seu amigo pessoal.

Com 63 anos, o treinador apelidado de ‘Papai Joel’ já rodou o Brasil em clubes como Vasco, Fluminense, Botafogo, Corinthians, Inter e Coritiba, entre outros, além de experiências internacionais: entre 1981 e 1986, passou pelo Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos. Um ano depois, o treinador dirigiu o Al Hilal, da Arábia Saudita, onde permaneceu até 1990, quando foi para o também saudita Al-Nasr. Em 2006, Joel conheceu o futebol japonês, no Vegalta Sendai. Já em 2008, o treinador comandou a seleção da África do Sul.

No site oficial do clube, Joel falou as primeiras palavras como treinador do Bahia: “Já tenho uma história no Bahia e sei que posso ajudar esse gigante mais uma vez. Conheço a maior parte dos jogadores e vou chegar para somar. O título baiano é possível, assim como boas campanhas na Copa do Brasil e Série A. Conto com o apoio da torcida tricolor para iniciarmos essa reação”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade