Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Gilvan comemora aumento de receita no Cruzeiro com sócio-torcedor

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O presidente Gilvan de Pinho Tavares revelou os motivos que têm feito o Cruzeiro aumentar a arrecadação para contratar jogadores de peso para reforçar a equipe. Segundo o dirigente, o apoio da torcida, que tem aderido de forma satisfatória ao programa sócio-torcedor tem sido fundamental para equilibrar as finanças do clube e pagar cerca de R$ 14 milhões para ter o zagueiro Dedé, superando a concorrência de outros clubes.

“A torcida sabe, perfeitamente, que só foi possível trazer tantos atletas de nível para o Cruzeiro e estarmos atrás de outros jogadores qualificados por causa do aporte financeiro que significa esse programa do Sócio do Futebol. O dinheiro do sócio está sendo empregado em prol da aquisição de atletas de nível, para que o Cruzeiro volte ao patamar de clube ganhador de títulos, como sempre foi e como os torcedores querem que continue sendo”, declarou.

Gilvan Tavares ainda comentou que a procura pelo Sócio do Futebol aumentou após o acerto com Dedé, jogador que vinha sendo cobiçado por vários clubes. “Fiquei muito satisfeito de ouvir do nosso departamento do Sócio do Futebol que a procura pelo programa aumentou demais”, disse.

Além dos R$ 14 milhões gastos para ter Dedé, o Cruzeiro já havia investido em outros jogadores caros, com o atacante Dagoberto, contratado junto ao Internacional por R$ 7 milhões. O meia-atacante Everton Ribeiro também exigiu um alto investimento, cerca de R$ 4 milhões por partes dos direitos econômicos do atleta.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade