Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Grêmio visita o Huachipato para avançar às oitavas da Libertadores

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O jogo mais importante para o Grêmio até agora em 2013 ocorrerá nesta quinta-feira, em Talcahuano, no Chile. O Tricolor visita o Huachipato, campeão chileno, precisando de um empate para seguir adiante na Libertadores. E não há chance para um novo tropeço: uma derrota eliminará o time de Vanderlei Luxemburgo na fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Irregular, o Grêmio chega à última rodada sob nervosismo justamente por conta de alguns vacilos. Logo na estreia na fase de grupos, foi surpreendido pelo próprio Huachipato e perdeu por 2 a 1, em sua primeira derrota na história da Arena. Depois de golear Fluminense e Caracas com autoridade, a equipe perdeu para os venezuelanos de virada, e só empatou com o Flu em Porto Alegre. Graças ao saldo de gols, está à frente do Huachipato e não precisa obrigatoriamente da vitória nesta quinta.

Não necessitar de um resultado positivo é importante. Afinal, o Huachipato gosta de ser atacado, e rende melhor quando não precisa propor o jogo. Fora de casa, o time chileno conquistou sete de nove pontos possíveis. Em casa, perdeu tanto para Fluminense quanto para Caracas. No Campeonato Chileno, o time só ganhou um de seis jogos em casa, mas venceu duas em cinco fora. Nesta quinta-feira, só uma vitória sobre o Grêmio interessa. Qualquer outro resultado elimina o Huachipato.

Lucas Uebel/GFBPA
Quarteto Luxemburgo, Vargas, Barcos e Zé Roberto é a aposta gremista para sair do Chile com classificação
A grande esperança dos chilenos é Braian Rodríguez, artilheiro da Libertadores, com cinco gols – um deles na vitória sobre o Grêmio em Porto Alegre e três na goleada de 4 a 0 sobre o Caracas, há duas semanas. O centroavante já desperta o interesse de grandes clubes brasileiros. Por isso, Luxa treinou bastante as bolas aéreas. Rodríguez fez um gol de cabeça ganhando por cima do zagueiro Cris (que não jogará por ter sido expulso diante do Fluminense) na Arena.

Além das dificuldades que enfrentará em campo, o Grêmio vai desfalcado para Talcahuano. Elano, com lesão no joelho, só volta para o segundo jogo das oitavas de final, caso o Tricolor se classifique. Seu substituto, Marco Antônio, sofreu lesão muscular e só retorna semana que vem. Como Fábio Aurélio, Bertoglio e Guilherme Biteco não estão inscritos, o meio deve ser formado por três volantes: Adriano, Fernando e Souza, com Zé Roberto mais adiantado.

Na defesa, Bressan será o substituto de Cris, formando dupla com Werley. De resto, a equipe estará completa. A dupla de ataque deve mesmo ser formada por Vargas e Barcos, embora o rendimento do chileno nos últimos jogos esteja aquém do esperado, e o argentino ter sentido dores nas costelas na partida diante do Flu. Kleber Gladiador aguarda vez no banco de reservas, junto com Welliton.

Embora todos só pensem em se classificar, há chance de Grêmio ou Huachipato terminarem o Grupo 8 na liderança. Esta hipótese só será confirmada se um deles vencer o jogo desta quinta e o Fluminense não derrotar o Caracas no Rio de Janeiro. Certo, mesmo, é que só um deles sobreviverá: não há chances matemáticas de ambos saírem de Talcahuano classificados às oitavas de final.

FICHA TÉCNICA
HUACHIPATO X GRÊMIO

Local: Estádio CAP, Talcahuano (Chile)
Data: 18 de abril de 2013, quinta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Martín Vázquez
Assistentes: Miguel Nievas e Nicolas Tarán (trio uruguaio)

HUACHIPATO: Veloso; Contreras, Labrín, Muñoz e Crovetto; Reyes, Núñez, Sandoval e González; Llanos e Rodríguez.
Técnico: Jorge Pellicer

GRÊMIO: Dida; Pará, Werley, Bressan e André Santos; Fernando, Souza, Adriano e Zé Roberto; Vargas e Barcos.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade