Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Kalil revela pacto de Andrés Sanchez para 'ganhar' Arena Corinthians

São Paulo (SP)

Palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, a Arena Corinthians seria uma recompensa ao então presidente da agremiação alvinegra, Andrés Sanchez, por iniciar conflito com o Clube dos 13. A afirmação é do mandatário do Atlético-MG, Alexandre Kalil, que em entrevista ao canal ESPN, nesta terça-feira, divulgou ter recebido a informação do próprio dirigente do clube paulista.

“Ele (Andrés Sanchez) ganharia um estádio. Falou pra mim e não pediu segredo. Perguntei para ele: ‘que sacanagem é essa?’. Ele respondeu: ‘Kalil, estou ganhando um estádio’. Virei as costas e saí andando. Porque se me dessem algo assim, eu também detonava a mesa", disse.

O conflito entre Corinthians e Clube dos 13 ganhou grandes proporções em 2011, quando após Fabio Koff ser eleito presidente da entidade, Andrés Sanchez articulou. Naquela ocasião, os principais clubes do Brasil deixaram de ser representados pela associação, fundada em 1987, em negociações sobre cotas televisivas. A partir daquele momento, as próprias agremiações passaram a negociar os valores com as emissoras.

Orçada em R$ 820 milhões, a construção da Arena Corinthians teve início em 30 de maio de 2011. Ao todo, mais de 1.230 trabalhadores estão envolvidos na obra, que está 70,12% concluída. A previsão é de que o término do estádio ocorra em dezembro deste ano. O primeiro jogo da Copa do Mundo de 2014 será realizado dia 12 de junho, às 17 horas (de Brasília). Além da abertura, São Paulo receberá outras três partidas da fase inicial, uma das oitavas de final e uma da semifinal.

Divulgação
Prevista para ser entregue em dezembro deste ano, Arena Corinthians receberá abertura da Copa do Mundo

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade