Futebol/Campeonato Pernambucano - ( - Atualizado )

Mancini rebate críticas após ofensas à esposa e reclamações públicas

Recife (PE)

O Náutico foi campeão do primeiro turno do Pernambucano e era líder da segunda etapa até esse domingo. Mas a derrota dentro de casa por 2 a 0 para o Santa Cruz – justamente o novo primeiro colocado – voltou a deixar o clima tenso nos Aflitos, algo que já havia acontecido no começo do ano.

O técnico Vágner Mancini, por exemplo, foi criticado por parte da torcida e por ex-dirigentes após a derrota. A esposa do treinador chegou inclusive a ser agredida verbalmente por torcedores nos Aflitos, que tiveram que ser contido por seguranças.

Mesmo assim, Mancini tentou calmar os ânimos em entrevista coletiva depois do jogo. “Sempre que você perde um jogo como esse, surgem reações como se tudo estivesse errado. Não podemos pensar dessa forma. Uma derrota em um clássico gera dúvidas, mas não significa que está tudo errado”, disse o treinador em tom conciliador.

Perguntado em seguida sobre um treino fechado que havia realizado durante a semana, o treinador respondeu em tom mais ríspido e criticou a postua passiva da equipe. “Não perdemos porque fizemos um treino de portão fechado. Perdemos porque faltou atitude, porque não jogamos como deveríamos. O fundamental é conseguirmos descobrir como vamos tirar aquele algo a mais dos atletas. Na palestra, é muito fácil tirar o melhor de cada atleta. Mas tem que ver dentro de campo como eles vão se comportar”, afirmou.

Críticas de André Campos  - Logo depois do jogo, o ex-presidente alvirrubro André Campos criticou publicamente o treinador em sua conta pessoal no Twitter. Mancini fez, por sua vez, questão de rebater. “Ele está dentro do clube? Então não tem peso nenhum aqui dentro. Se estivesse dentro da diretoria, seria acima de tudo um covarde. Se ele não tem nenhuma função aqui dentro, então é só um torcedor. Não é liderança de nada”, afirmdisse.

Em baixa com parte da torcida e ex-dirigentes, Mancini segue prestigiado pela atual cúpula alvirrubra. De acordo com o diretor de futebol Armando Ribeiro, “o time perdeu quando podia perder” e “o trabalho continua”.

O Náutico terá os próximos dias para se recuperar, já que só volta a entrar em campo no próximo sábado, contra o Ypiranga. O jogo será disputado às 20 horas (de Brasília), nos Aflitos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade