Futebol/Copa do Brasil - ( )

Montillo prega respeito ao Flamengo-PI e descarta “novo Naviraiense"

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

O Santos enfrenta o Flamengo-PI, nesta quarta-feira, a partir das 22 horas (de Brasília), na Vila Belmiro, no segundo jogo da primeira fase da Copa do Brasil. Mesmo com o Peixe tendo a vantagem de poder empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 para avançar até a próxima etapa da competição, o meia Montillo demonstrou total respeito ao time nordestino.

Indagado se os santistas poderiam repetir o feito de três anos atrás, quando a equipe praiana aplicou um sonoro 10 a 0 sobre o Naviraiense-MS, na primeira fase da Copa do Brasil de 2010, o argentino preferiu se manter cauteloso, sem menosprezar os piauienses.

“Para a gente fazer o décimo (gol) temos que fazer o primeiro, antes de tudo. Não podemos pensar nisso (goleada), porque se entrarmos desligados, nós podemos ser surpreendidos. Temos que respeitar o nosso adversário. O futebol é muito parelho, não permite este tipo de postura”, afirmou Montillo.

Na opinião do camisa 10 alvinegro, o Santos tem que jogar com seriedade, sem pensar, necessariamente, em uma goleada diante do Flamengo-PI. Porém, Montillo confia que um resultado elástico pode se construir, caso o Peixe jogue com determinação e intensidade durante os 90 minutos.

“Vamos jogar para fazer o primeiro gol e, depois, construir a vitória. É a primeira decisão que temos (na temporada). Tentaremos fazer o nosso melhor, afinal jogamos no Santos, que é um time top de linha. Tomara que possamos fazer muitos gols. Não podemos deixar passar as chances de ‘matar’ a partida, caso contrário as críticas vão chegar. Mas confiamos que na quarta é outro jogo”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade