Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( )

Mourinho admite superioridade do Borussia, mas crê em virada

Dortmund (Alemanha)

O centroavante Robert Lewandowski anotou os quatro gols do Borussia Dortmund na vitória por 4 a 1 sobre o Real Madrid, nesta quarta-feira, no Westfalenstadion, em confronto válido pelas semifinais da Liga dos Campeões da Europa. No entanto, segundo o treinador do time espanhol, José Mourinho, não foi apenas o camisa 9 quem fez a diferença em campo e garantiu o triunfo do clube alemão.

Após o time da casa abrir o placar logo aos oito minutos de jogo, com Lewandowski, o Real Madrid chegou ao empate ainda no primeiro tempo, aos 42 minutos, com gol de Cristiano Ronaldo. Entretanto, o atacante polonês voltou a balançar as redes aos cinco, nove e 22 minutos da etapa complementar, sendo seu último gol de pênalti.

“O melhor time ganhou com grande diferença. Eles foram mais fortes individualmente e coletivamente. Não sei se havia impedimento no segundo gol ou se foi pênalti de Xabi Alonso. Os jogadores do Borussia venceram todos os duelos individuais e atuaram com mais intensidade. Fizeram uma partida muito, muito completa”, analisou Mourinho em entrevista ao Canal +.

Além de comentar sobre o jogo, o técnico português tratou de minimizar declarações do zagueiro Sergio Ramos, que logo após o embate questionou a falta de atitude de seus companheiros. Segundo Mourinho, os atletas da equipe branca se empenharam ao máximo contra o Borussia Dortmund.

AFP
Na visão de José Mourinho, Borussia Dortmund superou Real Madrid em todos os aspectos nesta quarta-feira

“Sergio Ramos é uma grande pessoa e muito emotivo. Suas palavras são compreensíveis, pois está decepcionado com esta partida, assim como todos nós. Quando fala um minuto depois de perder por 4 a 1, é lógico que falará algo como isso. Falar de atitude é duro. Eu diria que todos os jogadores queriam fazer melhor, mas não puderam”, completou o treinador, sem descartar a possibilidade de uma virada no Santiago Bernabéu. “É reversível”, encerrou.

O duelo decisivo entre Real Madrid e Borussia Dortmund será realizado na próxima terça-feira, às 15h45 (de Brasília), no estádio Santiago Bernabéu. Para garantir um lugar na final, o clube espanhol precisa triunfar por, no mínimo, 3 a 0. Se o time alemão marcar um gol, os donos da casa precisarão balançar as redes cinco vezes. Qualquer empate classifica a equipe comandada por Jurgen Klopp. Em caso de vitória por 4 a 1 dos comandados de Mourinho, o jogo irá para prorrogação, com possibilidade de pênaltis.

A final desta edição da Liga dos Campeões da Europa ocorre em 25 de maio, no estádio Wembley, em Londres (Inglaterra). Do outro lado da chave, o Barcelona foi derrotado por 4 a 0 pelo Bayern de Munique e, na próxima quarta-feira, no Camp Nou, tenta reverter a desvantagem.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade