Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Mourinho deixa Casillas no banco e recebe elogios de ex-diretor

Madri (Espanha)

Satisfeito com as exibições de Diego López, o técnico José Mourinho decidiu bancar sua permanência na meta titular do Real Madrid e deixar o ídolo Iker Casillas no banco de reservas. Para o luso, o camisa 1 ainda precisa de tempo para adquirir ritmo de jogo após três meses longe dos gramados.

“Diego López está muito mais em forma. Então Casillas será reserva contra o Levante”, revela o treinador, em entrevista ao canal TVE. Esta é a primeira vez que o goleiro será relacionado para uma partida desde sua liberação, há uma semana. Apesar de estar a disposição, ele sequer foi para o banco na partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, contra o Galatasaray.

AFP
Casillas já amargou o banco de reservas com Mourinho antes de lesão: decisão do luso foi apoiada por ex-diretor
Diretor esportivo do Real Madrid entre 2004 e 2005, Arrigo Sacchi elogiou a decisão de Mou. Segundo ele, Casillas nunca se empenhou completamente nos treinos e não merece a titularidade na equipe merengue.

“Casillas sempre treinou mal. Mourinho tem razão em deixá-lo de fora. É normal que Diego López jogue, porque ele passa a ideia de ser um jogador realmente seguro”, analisa o antigo dirigente, em entrevista ao El Confidencial.

Pouco antes de sua saída do Real, Sacchi já havia alertado para o fato. “É um dos melhores goleiros do mundo. Ele me disse que em três meses fez mais defesas que os goleiros que jogaram em minhas equipes em cinco anos. Conversando com ele, disse para manter a humildade e ser mais equilibrado e inteligente”, disse na época.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade