Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Neto quer mostrar valor para Muricy: “Vou dar o meu sangue em campo"

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Com o zagueiro Edu Dracena de fora do jogo de quinta-feira contra o São Caetano, no Pacaembu, devido a uma tendinite no joelho esquerdo, Neto terá mais uma chance de mostrar seu futebol ao técnico Muricy Ramalho.

Mesmo demonstrando respeito ao capitão do Santos, que sofreu com o desgaste provocado pela sequência de nove partidas desde que retornou aos depois de seis meses afastado por lesão no próprio joelho esquerdo e a Durval, que formam a dupla de zaga titular da equipe desde 2010, Neto destacou que tem procurado trabalhar forte para conquistar a confiança do treinador e uma vaga no time.

“Sei que algumas pessoas podem contestar, mas o Edu é o titular. Ele é o que é porque está aqui faz tempo, fez jogos importantes pelo clube, foi campeão da Libertadores e ganhou muito títulos. Não aconteceu por acaso e não é de agora. Ele tem uma grande influência dentro do grupo e isso foi algo conquistado. O mesmo se aplica ao Durval. Eles não caíram de pára-quedas. Eu sabia que isso (reserva) podia acontecer. Mas também sei que se o Muricy me trouxe para cá é porque eu tenho qualidade”, declarou.

Motivado, o defensor mostrou que irá se empenhar de todas as formas para provar o seu valor no Peixe. “Respeito o Dracena, o Durval, o Jubal e o Gustavo Henrique. Se o atleta está aqui, ele tem que mostrar serviço. O treinador gosta disso. Tenho minha autocrítica, sei que estou bem e acho que estou provando, caso o Muricy venha a entender assim, que eu posso ser titular. Fica a critério do técnico. Eu vou continuar ralando muito, pois sei que só assim eu vou conseguir a titularidade”, comentou.

O zagueiro sabe que, mesmo com as boas atuações desde que foi deixou o Guarani, no começo da temporada, para reforçar o clube praiano, deve ser paciente para alcançar a condição de titular.

“Sei que posso melhorar, sei das minhas condições, mas tenho que ter paciência. Eu vim para cá e peguei logo um grupo vitorioso, não um elenco em crise. Vou dar o meu sangue, a minha vida dentro de campo. Vou esperar e, no dia em que o Muricy achar que estou pronto, vou estar preparado para isso. Enquanto isso não acontecer, vou sempre estar à disposição e torcendo para quem estiver em campo, ajudar o Santos a sair de campo vitorioso, que é o mais importante de tudo”, encerrou.

Ivan Storti/Santos FC
Com Edu Dracena de fora, Neto recebe nova oportunidade para formar a dupla titular do Santos ao lado de Durval

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade