Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Por título, Kalil quer eliminar São Paulo ainda na fase de grupos

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Líder do Grupo 3 da Libertadores com 100% de aproveitamento, o Atlético-MG entra em campo nesta quarta-feira para enfrentar o São Paulo disposto a manter a invencibilidade e eliminar o Tricolor. O presidente alvinegro, Alexandre Kalil, deixa claro que é melhor eliminar os paulistas agora para evitar um cruzamento nas oitavas de final.

“Eu acho que é natural, porque Atlético-MG e São Paulo estão disputando a competição mais importante. O Atlético-MG não vai fazer amistoso, e eles precisam do resultado. O respeito que temos pelo São Paulo é o respeito de quem quer tirar o São Paulo da competição por uma questão de respeito. Se eu puder escolher o adversário, eu não escolho o São Paulo, mas se vier, quem sonha com algo na Libertadores não pode escolher”, disse Kalil em entrevista à ESPN Brasil.

Para recolocar o Atlético-MG entre os grandes do futebol brasileiro, Kalil não poupou esforços e montou uma equipe com estrelas de nível internacional, como o craque Ronaldinho Gaúcho e jovens revelações como Bernard. O mandatário atleticano se diz pronto para começar a colher os frutos do investimento feito e sonha com a inédita conquista da Libertadores.

“O presidente é um torcedor. Acho que merecemos. Está na hora, está maduro. Eu posso não ser o presidente campeão, mas que o Atlético-MG está prontinho para isso, está. Não é campeão da Libertadores, é pronto para ganhar. Está prontinho para colher tudo que plantou. Agora, se isso vai acontecer e se eu serei esse presidente, não sei, mas que estamos muito perto disso, estamos”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade