Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

São Paulo demite fisioterapeuta Luiz Rosan, idealizador do Reffis

Estevão Taiar, especial para a Ge.Net São Paulo (SP)

Luiz Rosan não é mais fisioterapeuta do São Paulo. Em rápido contato por telefone com a Gazeta Esportiva.Net, o vice-presidente de futebol tricolor João Paulo de Jesus Lopes confirmou que o profissional foi demitido na semana passada, embora a saída não tenha sido divulgada oficialmente pelo clube. O dirigente não quis entrar em detalhes sobre a nova baixa na comissão técnica. O diretor de futebol Adalberto Baptista, um dos responsáveis pela decisão, não atendeu às ligações da reportagem.

Rosan estava no São Paulo desde 2003, e havia iniciado a carreira no próprio clube. Em 1998, ele virou integrante fixo da comissão técnica da Seleção, onde trabalha até hoje. Foi o fisioterapeuta, inclusive, um dos idealizadores do Reffis, centro de recuperação de atletas no CT da Barra Funda.

Nos últimos tempos, jogadores do atual elenco, como Luis Fabiano, Paulo Henrique Ganso e Fabrício, se recuperaram de lesões no local. Até mesmo atletas que atuavam em outro clubes, exemplos de Kaká, Elano e Júlio Baptista, chegaram a se tratar no centro de recuperação, cuja estrutura é constantemente elogiada pela diretoria do clube.

Em 2010, dois membros também envolvidos na criação do Reffis já haviam deixado o clube. Carlinhos Neves, atualmente preparador físico do Atlético-MG, e o fisiologista Turíbio Leite de Barros foram ambos demitidos.

Com a saída de Rosan, o São Paulo fica com quatro fisioterapeutas na comissão técnica da equipe principal. São eles Ricardo Sasaki, Alessandro Pereira, Carlos Alberto Presinoti e Cilmara Moretti.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade