Futebol/Copa Libertadores - ( )

Sheik torce por fracasso de brasileiros, mas não perde tempo na TV

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Emerson está surpreso com alguns resultados da Copa Libertadores, como a classificação antecipada do Palmeiras e o drama do São Paulo. Na esperança de enfrentar o adversário mais fácil possível nas oitavas de final, ele torce contra os três brasileiros que podem ser eliminados ainda na fase de grupos: Tricolor, Fluminense e Grêmio.

Mesmo assim, o atacante não pretende assistir ao São Paulo x Atlético-MG desta quarta-feira, que pode definir a classificação ou o adeus do time do Morumbi. “Então... É, eu não... Não perderia meu precioso tempo. É verdade. Não é sacanagem, gente, sério”, respondeu.

Segundo o Sheik, a visita de sua mãe é o motivo. Ou não. “Ela deve vir para cá, vou poder desfrutar da companhia dela, não vejo minha mãe há muito tempo. Mas a verdade é que, se minha mãe não viesse, eu também não veria jogo nenhum”, sorriu o atleta, que poderá brincar com sua macaca de estimação: “É mais interessante”.

O herói da última Libertadores apontou as dificuldades do Fluminense, atual campeão brasileiro, como ainda mais surpreendentes do que os problemas do São Paulo. Se a formação das Laranjeiras, ex-clube de Emerson, for eliminado, o caminho ficará mais tranquilo na busca pelo bi.

Divulgação/Agência Corinthians
Emerson diz preferir brincar com a macaca Cuta a assistir São Paulo x Atlético-MG (foto: Daniel Augusto Jr.)
“Não sou hipócrita, lógico que prefiro pegar o mais fraco. Não sou um cara que gosta de secar ninguém, mas quanto menos brasileiros avançarem melhor. São adversários difíceis, competitivos. Se sair, tchau”, disse o atacante, antes de adotar uma linha de raciocínio mais próxima da usada pelo técnico Tite.

“No ano passado, a gente acabou ganhando a Libertadores sem escolher adversários. A experiência de 2012 tem que ser trazida para este ano porque terminamos a competição vencendo, sendo campeões. Eu sou o tipo do cara que não quer nem saber quem vem. A gente tem que respeitar e passar por cima.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade