Futebol/Campeonato Catarinense - ( - Atualizado )

Soares fratura dedão e pode voltar à Chapecoense apenas na Série B

Chapecó (SC)

Na última rodada do returno do Campeonato Catarinense, o atacante Soares levou uma entrada dura do lateral esquerdo Badé, do Hermann Aichinger, e deixou o campo reclamando de muitas dores. O jogador da Chapecoense passou por exames na terça-feira, teve uma fratura detectada e deve retornar apenas na Série B do Campeonato Brasileiro.

Segundo informações divulgadas no site oficial do Verdão do Oeste, o atacante, que já defendeu Figueirense, Fluminense, Grêmio e Cruzeiro, sofreu uma fratura sem desvio na falange distal do hálux, ou dedão, do pé direito. No lance em que ocasionou a lesão, Badé acabou expulso e deixou o time de Ibirama com um a menos na vitória por 1 a 0 da Chape.

“Foi realizado primeiramente um raio-x que não mostrou nada demais, mas havia a desconfiança de uma lesão e pedi uma tomografia computadorizada que constatou esta fratura. Não é nada grave, mas como ele está com muita dor, o tempo para recuperação estimado é de duas a três semanas”, revelou o Carlos Mendonça, chefe do departamento médico alviverde.

O prazo estipulado para o retorno aos gramados deixa Soares praticamente sem chances de voltar a atuar no Campeonato Catarinense. Caso o time de Chapecó consiga passar pelo Figueirense nas semifinais, o atacante pode até sonhar em atuar na segunda partida da decisão, marcada para o dia 19 de maio. A maior possibilidade, porém, é que a volta ocorra apenas na Série B.

“O que ele puder fazer, fará. Ou seja, o atleta não ficará parado. Musculação, bicicleta, entre outros exercícios que tenha condições e não sinta dor, estará liberado na fisioterapia. Mas para jogar levará 15 dias aproximadamente”, explicou Mendonça, avisando das dificuldades que Soares terá para retornar ao time ainda no estadual.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade