Futebol - ( )

Técnico valoriza esforço de atletas em ano "muito duro" para o Timão

Bogotá (Colômbia)

Um dos motivos apontados por Tite pelas dificuldades encontradas na vitória por 1 a 0 sobre o Millonarios, na quarta-feira, foi a série de problemas físicos enfrentados pelo Corinthians nesta temporada. Lembrado sobre os desfalques que terá no final de semana, o treinador lamentou bastante.

“Dá para falar palavrão?”, questionou o gaúcho. “P... m..., é muita gente machucada. Trocando toda hora, você perde as coordenações necessárias. Está sendo muito duro este ano conosco. Tem contusão, mudança de quarta para sábado, desgaste físico, desgaste emocional. Isso tudo drena, absorve (a energia).”

No momento, Guerrero, Renato Augusto, Douglas e Igor estão afastados por lesão. Cássio, que já teve três problemas físicos diferentes nem 2013, lesionou o punho esquerdo no triunfo de quarta e é a nova preocupação. Chicão, Paulo André, Paulinho, Emerson e Alexandre Pato já tiveram algum tipo de contusão.

AFP
Cheio de problemas de lesão no time, Tite tem recorrido aos palavrões (foto: Guillermo Legaria)
Parte dos problemas, segundo Tite, é explicada pelo retorno tardio ao trabalho. Campeões mundiais em 16 de dezembro, os titulares só se apresentaram na segunda quinzena de janeiro. Mesmo assim, sem engatar uma grande sequência, o Timão vai avançando: está classificado antecipadamente às oitavas de final da copa Libertadores e perto de ir às quartas no Campeonato paulista.

“Os resultados estão deixando a gente em situação confortável. Tenho de reconhecer o grau de mobilização do grupo no calendário mal elaborado que temos. Vínhamos de um clássico muito desgastante (a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo), você não pode só considerar o jogo contra o Millonarios. Contra o Tijuana, por exemplo, a equipe arrebentou. Contra o São Paulo, contra o Santos, no outro jogo contra o Millonarios, fomos bem”, recordou.

A dificuldade tem sido justamente encontrar uma regularidade maior, uma frequência mais constante de apresentações convincentes, algo complicado com trocas constantes na escalação e, consequentemente, na formação tática. No domingo, contra o São Bernardo, no Pacaembu, haverá mais uma porção delas.

Ralf, Paulinho e Alexandre Pato, na Seleção Brasileira, são desfalques. Alessandro e Emerson, suspensos, também. Douglas, machucado, não voltará no final de semana. Cássio e Guerrero, provavelmente ficarão em tratamento e ampliarão a lista. Assim, o jeito é trabalhar e extravasar com palavrões.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade