Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Valdivia e Kleber só devem estar liberados nas quartas do Paulistão

William Correia São Paulo (SP)

O Palmeiras não deve ter muitos reforços para enfrentar o Ituano neste domingo, pelo Campeonato Paulista. Apesar de já ter condições de ser escalado, Valdivia não deverá ser liberado e é preparado para voltar nas quartas de final do Estadual, provavelmente no próximo sábado, assim como Kleber.

O médico Vinicius Martins chegou a declarar ao jornal chileno La Terceraque o meia estaria à disposição de Gilson Kleina para o compromisso em Itu e até poderia ser convocado por sua seleção para enfrentar o Brasil em amistoso na quarta-feira, mas a comissão técnica preferiu adotar cautela com o camisa 10. Sem atuar desde 13 de março por lesão na coxa direita, o jogador é guardado para as partidas decisivas, como o primeiro duelo das oitavas de final da Libertadores, no dia 30, contra o Tijuana, no México.

Kleber também tem problema muscular, na coxa esquerda. O atacante faz tratamento da terceira contusão diferente em menos de três meses no clube e por isso ainda requer cuidados, a ponto de não ter condições de atuar neste fim de semana. De qualquer forma, por não ter agradado em campo, o camisa 9 ainda não é considerado imprescindível.

Seguem vetados por contusão o meia Patrick Vieira, por lesão na coxa esquerda, o zagueiro Leandro Amaro, que machucou o joelho esquerdo, e o meia Edilson, contundido no joelho direito. Existe também uma dúvida em relação a Ronny, que foi vetado pouco antes da derrota para o Sporting Cristal, na quinta-feira, por amigdalite.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Com lesão muscular, chileno deve completar seu 11º jogo seguido como desfalque neste domingo, contra o Ituano
“O Ronny foi cortado por uma situação clínica. Teve febre, usou medicamento. Melhorou, mas precisa ser reavaliado para ver se tem condições. Não temos certeza se ele será liberado”, comentou o médico Otávio Vilhena, que viajou com a delegação para o Peru.

Já Marcelo Oliveira, que foi substituído na partida pela Libertadores reclamando de dores musculares na coxa esquerda, está à disposição. “Não foi nada grave, tanto que continuei até onde deu. Não estou com nenhum problema. Posso jogar no final de semana, tranquilo”, assegurou o jogador.

“O Marcelo estava cansado fisicamente. Sentiu dores musculares não só na coxa, mas no corpo inteiro, até por não ter tido tempo suficiente para se recuperar do jogo anterior. Não é nada específico que pareça uma lesão. Ele não se queixou de mais nada desde o término do jogo. A princípio, está liberado porque está bem, sem dor”, corroborou o médico Otávio Vilhena.

Além dos problemas de contusão, Gilson Klein arma o time sem contar com o lateral direito Ayrton, o zagueiro André Luiz e o volante Charles, todos suspensos. A escalação também dependerá do cansaço de cada atleta.

Os relacionados serão definidos após treino secreto na manhã deste sábado na Academia de Futebol, último antes da viagem para Itu. A delegação que esteve no Peru desembarcou no Brasil na noite dessa sexta-feira, com pouto tempo para descansar.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade