Natação/Troféu Maria Lenk - ( )

Nicholas Santos bate Cesar Cielo nos 50m borboleta e vai ao Mundial

Rio de Janeiro (RJ)

O tradicional Troféu Maria Lenk reservou surpresas para a natação brasileira nesta sexta-feira. Apesar da especialidade nos 50m livres, Cesar Cielo foi surpreendido nos 50m borboleta e ficou apenas com a segunda colocação. O dono da façanha foi Nicholas Santos, atleta na Unisanta, que, além da medalha de ouro, obteve índice para representar o Brasil no Mundial dos Desportos Aquáticos de Barcelona, de 24 de julho a 4 de agosto.

A disputa entre os dois nadadores foi emocionante, braçada a braçada, e ganhou destaque nesta sexta-feira. Nicholas Santos venceu a prova com o tempo de 23s05, enquanto Cesar Cielo foi o segundo com 23s16. Guilherme Roth e Felipe de Souza Martins também fizeram uma boa prova, ficando empatados no terceiro lugar com 23s94.

AFP
Nicholas Santos, atleta na Unisanta, que, além da medalha de ouro, obteve índice para representar o Brasil no Mundial de Barcelona.
Com a missão de defender o título em Barcelona, Cielo alegou que não fez um bom início de prova. Desta forma, o nadador espera melhorar seu aproveitamento para a competição mundial e chegar forte para a disputa. O brasileiro também não deixou de parabenizar Nicholas Santos pelo ouro e o índice.

“Foi uma prova boa. A saída me matou de novo, saí bem atrás do Nicholas e tive de buscar no braço mesmo. Cheguei bem pertinho dele. Estou vendo aí uma janela para melhorar para o Mundial. Dá para tirar uns 2, 3 décimos de segundo nos primeiros 15 metros. Tirando 2 ou 3 décimos, é bem empolgante imaginar o que a gente pode projetar para o Mundial. Estou feliz pelo Nicholas", disse Cielo.

Nicholas Santos foi o 14º nadador brasileiro a garantir vaga no Mundial de Barcelona através do Troféu Maria Lenk. Ainda nesta sexta-feira, pela manhã, Henrique Rodrigues conseguiu o índice nos 200m medley, fazendo o sétimo melhor tempo do ano no ranking mundial.

Em outra prova do dia, o Minas Tênis Clube garantiu o ouro no revezamento 4x100 livre. A equipe mineira, que conta com as medalhistas olímpicas holandesas Frederike Heemskerk e Inge Dekker, foi seguida pelo Sesi-SP, enquanto o EC Pinheiros foi o terceiro colocado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade