Atletismo/Torneio FPA Adulto de Atletismo - ( - Atualizado )

Ana Cláudia quebra recorde sul-americano e obtém índice para Mundial

Campinas (SP)

A cearense Ana Cláudia Lemos venceu os 100 m do Torneio FPA Adulto de Atletismo, no Centro Esportivo de Alto Rendimento, em Campinas, neste sábado, e confirmou os bons desempenhos apresentados na temporada. Com a marca de 11s13, a velocista cravou o novo recorde brasileiro e sul-americano e garantiu índice para o Campeonato Mundial de Atletismo de Moscou, na Rússia, que será realizado em agosto deste ano.

Nas semifinais, ela já havia conseguido completar a prova em 10s93, mas o vento estava +2.2 a favor, excedendo o limite de 2.0 imposto pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF). Com isso, o recorde não foi homologado.

Wagner Carmo/CBAt
O recorde antigo, de 11s15, também era de Ana Cláudia e foi alcançado em 2010

"O que importa é a boa sequência de competições. Estou competindo bem e o índice para o Mundial era questão de tempo. Estou muito feliz. Agora vamos participar dos GPs e torcer para mais bons resultados", declarou a atleta, que era detentora do antigo recorde, de 11s15, imposto em 4 de setembro de 2010.

O treinador da campeã, Katsuhico Nakaya, também mostrou satisfação com os resultados de Ana Cláudia. “Ela vem bem desde o início da temporada e mostrou isso não só na final como na semifinal, quando correu de novo abaixo dos 11 segundos, com vento”, lembrou.

Detentora do recorde sul-americano também nos 200 m, com 22s48, a velocista foi a segunda a conseguir o índice para o Mundial nos 100 m. Em abril, em prova realizada em São Paulo, a paulista Franciela Krasucki cravou 11s15 e garantiu a classificação.

Na competição vencida por Lemos, Franciela ficou com a medalha de prata com a marca de 11s29. Na terceira colocação ficou Rosângela Santos, com 11s57. Na disputa masculina, Aílson Feitosa foi o campeão, mas não conseguiu se classificar para o Mundial. O competidor terminou em 10s19 e o índice é de 10s14.

Certeira - Quem também tem presença garantida no Mundial em Moscou é Jucilene Sales de Lima. No lançamento de dardo, a paraibana alcançou a marca de 60,03m, superando por muito pouco a meta imposta pela CBAt, de 60 metros. Laila Ferrer Domingos ficou na segunda colocação com 59,39 m, enquanto Lilian Seibert, com 54,98m, foi a terceira. 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade