Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Atletismo/Torneio FPA - ( - Atualizado )

Torneio FPA fica marcado por índices e presença de vários atletas

São Paulo (SP)

Servindo como uma espécie de prévia do Troféu Brasil Caixa, que será disputado em junho, o Torneio FPA de Atletismo ganhou mais importância por conta dos resultados e da presença em massa dos competidores na pista do estádio Ícaro de Castro Mello. Neste sábado, mais de 300 atletas disputaram a competição e os destaques ficaram por conta de Karla Rosa (BM&F/Bovespa), Anderson Freitas Henriques (FAERGS) e Hugo Balduíno (Orcampi/Unimed), que conseguiram índice para o Mundial de Atletismo de 2013 no salto com vara e nos 400 metros rasos, respectivamente. O Mundial será disputado entre os dias 10 e 18 de agosto, em Moscou (RUS).

Nélio Moura, treinador campeão olímpico, prestigiou seus atletas na pista e, para ele, o Torneio FPA é uma grande reunião de talentos do atletismo. “É muito legal ver tantos atletas. É o último fim de semana de classificação para o Troféu Brasil e está todo mundo aqui, principalmente quem teve alguma lesão durante o ano e precisa do índice. Outro fator positivo é colocar os mais jovens para competir com os atletas do adulto. Para os juvenis é uma oportunidade de saltar com competidores de um nível acima”, disse, falando sobre os novos atletas de sua especialidade.

Entre os pupilos do treinador estão o juvenil Lucas Marcelino dos Santos, do salto em distância. O atleta saltou 7,40 m e precisa de 7,48 m para assegurar a vaga no Pan-americano de sua categoria, que será disputado em Medellín (COL).

“Depois de me recuperar de uma lesão, consegui melhorar meus saltos e estou bem perto do meu objetivo para a temporada. É um dos meus melhores anos. Só faltam alguns detalhes, como ajustar a corrida. A prova do Torneio FPA estava forte. Muitos atletas são destaque no País e isso motiva”, disse Lucas, que ficou com a medalha de bronze, atrás de Cleiton Dias Sabino (ouro, com 7,53 m) e Higor Silva Alves (prata, com 7,46 m).

No salto em distância feminino, a melhor esportista do dia foi a venezuelana Munich Tovar, que saltou 6,04 metros no torneio.

“O nível da competição e, principalmente das provas de velocidade, é alto. Competimos com os melhores do País em São Paulo, por isso destaco o Torneio FPA como importante para meus alunos. Aqui todos podem correr e ter uma referência. É um verdadeiro simulado para o Troféu Brasil”, falou Paulo Servo Costa, da BRF Rio de Janeiro.

O paulista Hugo Balduíno (Orcampi/Unimed) conseguiu o índice B nos 400 metros rasos para o Mundial da Rússia ao cruzar a linha de chegada com 45s31. Quem venceu a prova foi o gaúcho Anderson Freitas Henriques (FAERGS), com 45s16, e ambos os atletas se classificaram para o Mundial.

“Estou aprendendo a prova e consegui um bom resultado depois de muitas lesões nos 200m. Estou gostando dos 400m, prova que é bem difícil, e exige um grande esforço”, falou Hugo.

No salto com vara, duas vagas conquistadas no sábado: uma para o Mundial adulto e outra para o Mundial de menores. Karla Rose da Silva (BM&F Bovespa) venceu a prova com a marca de 4,53 m. “Ainda não estou acreditando muito. Estava me sentindo confiante, mas com dores no joelho, no ísquio, que podiam atrapalhar meu salto”, disse a saltadora, que cravou marca que equivale ao índice CBAt para o Mundial e índice B do Iaaf (Federação Internacional de Atletismo). A próxima meta de Karla é conquistar o índice A da Iaaf, que é de 4,60 m.

Com apenas 16 anos de idade, Juliana de Menis Campos (IEMA) ficou bem feliz com a marca que garantiu vaga no Mundial de Menores. A atleta fez 3,83 m e superou o recorde brasileiro da categoria (3,81 m), que pertencia, desde 2012, a Michaela Ruth Hoffmanbeck Heitkotter. O Mundial de Menores será de 10 a 14 de julho, em Donetsk (UCR).

No lançamento de dardo, Júlio César de Oliveira fez a melhor marca do Torneio FPA (71,46 m) e ficou com a medalha de ouro. “É um ensaio para o Troféu Brasil. Isso é importante. O convívio dos atletas e torcida fazem desse um ambiente ideal”, frisou o atleta, que ficou à frente de Paulo Enrique da Silva (E.C. Pinheiros), prata, com 70,19 m e Rogerio Rodrigues (Orcampi/Unimed), bronze, com 61,83 m.

Nos 100 m rasos, Ailson da Silva Feitosa (BM&F Bovespa) cravou 10s32 e foi o mais rápido, à frente de José Carlos Gomes Moreira (FAP), que ficou com 10s37, e Jefferson Liberato Lucindo (FARJ), que completou a prova com 10s43. “Entrei confiante e venci. Quero atingir os 10s14 para chegar com tudo no Mundial. Meu sonho é ganhar uma medalha olímpica e eu vou tentar”, falou Ailson Feitosa.

No feminino, a medalha de ouro foi para Vanda Ferreira Gomes (E.C. Pinheiros), que completou a distância em 11s66.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade