Comercial Expediente Contato
Acompanhe o GE.net
Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

América-MG perde em casa para o Avaí e complica classificação

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

América-MG e Avaí fizeram um jogo tecnicamente fraco nesta terça-feira, no estádio Independência. O duelo pela Copa do Brasil teve poucas chances reais de gol, o que chegou a irritar alguns americanos nas arquibancadas. Em um confronto sem muito brilho, o time avaiano levou a melhor vencendo por 1 a 0, abrindo boa vantagem para o jogo de volta.

O gol do jogo foi anotado pelo atacante Reis, que aproveitou contra-ataque do Avaí para finalizar com a canhota. Com o resultado, os catarinenses jogam pelo empate no jogo de volta. Quem passar do duelo entre América-MG e Avaí, enfrenta o vencedor do confronto entre Internacional e Santa Cruz, que empataram sem gols no jogo de ida, no Arruda, em Pernambuco.

Como América-MG e Avaí já estão fora dos respectivos estaduais, as duas equipes só voltam a campo no dia 16 de maio, na partida de volta pela Copa do Brasil. O duelo entre mineiros e catarinenses será realizado no estádio da Ressecada, em Florianópolis.

O jogo - Atuando em casa, o América-MG iniciou a partida com um pouco mais de volume ofensivo, mas sem imprimir um ritmo acelerado, o que permitiu ao Avaí manter a partida equilibrada. Como estratégia, o Coelho começou a pressionar a saída de bola avaiana, forçando a ligação direta da defesa para o ataque, o que quase sempre favoreceu aos zagueiros alviverdes.

Com os jogadores de criação de América-MG e Avaí aparecendo pouco no jogo, a partida ficou burocrática, com toques curtos no meio-campo, mas sem muita objetividade. Prova disso é que os goleiros Neneca e Diego trabalharam pouco durante os 90 minutos. Sem a posse da bola, os visitantes recuavam a marcação dificultando a vida dos americanos.

Dessa forma, o Coelho chegou a tentar alguns arremates de longa distância, mas sem muito sucesso. Preocupado com a postura da equipe, o técnico do time mineiro, Paulo Comelli, fez o possível para corrigir o posicionamento de seus comandados, a equipe, porém, seguiu cometendo erros de passe e finalizando pouco contra a meta do Avaí.

Na volta do intervalo as duas equipes se mostraram mais animadas em busca do gol. Logo aos três minutos os catarinenses obrigaram Neneca a trabalhar pela primeira vez no jogo, ao fazer ótima defesa em chute de Aelson. O América-MG respondeu com William, que recebeu bom lançamento, mas errou o alvo na hora de concluir a jogada, mandando sobre o travessão.

Com o passar do tempo, o Coelho passou a ter maior controle do jogo, criando algumas chances de abrir o marcador. O time alviverde, porém, sempre que agredia dava espaços para os contra-ataques, o que elevou o nível do confronto. Aos 15, o atacante Tiago Alves ganhou dos defensores na velocidade e bateu cruzado, Diego mostrou reflexo para evitar o gol.

O time do técnico Ricardinho deu o troco com o atacante Reis, que mostrou qualidade na hora de finalizar com a canhota, colocando no canto direito de Neneca, que não conseguiu evitar o gol visitante, silenciando o Independência. Em desvantagem no placar, o América-MG passou a agredir o recuado Avaí, mas esbarrou nos erros de passe e na marcação dos visitantes.

Aos 32, o Avaí teve a chance de marcar o segundo gol e evitar o jogo de volta, mas Diego Jardel perdeu uma oportunidade inacreditável. Debaixo das traves e sem goleiro, o atleta conseguiu mandar pela linha de fundo. Nos minutos finais o Coelho intensificou a pressão, mas deixou a defesa desguarnecida, quase sendo eliminado em casa.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade