Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Após rebaixamento e dívidas, gigante grego deve decretar falência

Atenas (Grécia)

Uma reunião da diretoria do AEK Atenas, terceiro maior campeão da Grécia, decidiu anunciar falência, que deverá ser confirmada dia 7 de junho. Com mais 170 milhões de libras (R$ 522,2 milhões) de dívidas, a entidade, que teve o time rebaixado nesta temporada, deverá recomeçar pelo futebol amador.

Após a primeira queda de sua história, o AEK Atenas, assim como o Rangers, da Escócia, terá que recomeçar do zero. No caso do time grego, o início será na Terceira Divisão. Enquanto o segundo semestre não chega, três conselheiros orientarão a reestruturação da agremiação.

AFP
Rebaixamento fez torcedores invadirem gramado: AEK decretará falência e jogará Terceira Divisão
De acordo com informações da imprensa local, o elenco do AEK Atenas, que tem o meia brasileiro Roger Guerreiro, ex-Flamengo, não receberá os cerca de oito meses de salários atrasados. O clube não teria condições de pagar os funcionários.

Com 11 títulos do Campeonato Grego, 14 da Copa da Grécia, 1 da Copa da Liga Grega e dois da Supercopa da Grécia, o AEK Atenas, que tem uma das torcidas mais fanáticas do mundo, foi rebaixado após péssima campanha no Nacional: foi o penúltimo, com 27 pontos.

A derrota para o Panthrakikos, no dia 14 de abril, selou o rebaixamento do time. Faltando três minutos para o final do jogo, vários torcedores invadiram o campo e tentaram agredir o grupo, que saiu correndo do gramado para os vestiários. O clube foi multado com perda de pontos e multa.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade