Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Autuori reclama: é “impossível trabalhar” no banco de São Januário

Rio de Janeiro (RJ)

O estádio de São Januário, casa do Vasco, tem uma peculiaridade: os bancos de reservas ficam atrás de um dos gols, longe do meio-campo. Essa localização incomum irritou o técnico cruz-maltino Paulo Autuori, que reclamou do fato mesmo após a vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa, nesse sábado.

“O banco lá atrás é inadmissível. Fica impossível trabalhar. Se isso for superstição do clube, tem que acabar com ela. Vou bater nessa tecla e não posso aceitar que aconteça esse tipo de coisa, porque é o último lugar do mundo onde existe isso”, disse.

Sobre a partida, Autuori teve opinião dividia. O treinador elogiou o poder de marcação de seus comandados, mas pediu que eles sejam mais ousados ofensivamente nas próximas rodadas.

“Gostei muito do primeiro tempo, embora tenha faltado ao time mais contundência no último terço do campo. Conseguimos um gol no início do segundo tempo e fomos bem. Numa estreia como essa, não deixamos o adversário criar situações. Isso é muito importante”, afirmou.

A partida foi válida pela primeira rodada desta edição do Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta-feira, o Vasco enfrenta o São Paulo no Morumbi. A equipe volta aos treinos nesta segunda-feira.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade