Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa do Brasil - ( )

Barroca, Danny e Neto isentam atletas da base de culpa por derrota

Cuiabá (MT)

Com um time formado por reservas e atletas da base, o Bahia perdeu por 2 a 0 para o Luverdense-MT e ficou em situação complicada na Copa do Brasil. Fora de campo, o discurso foi de proteção aos jogadores mais jovens, isentando-os de culpa pelo resultado.

“A responsabilidade é toda minha. Os garotos tentaram, lutaram, mas eles [Luverdense] foram superiores. Tiveram méritos e conseguiram vencer”, disse após a partida o auxiliar Eduardo Barroca, que substituiu Joel Santana no confronto.

“Não podemos creditar nada do que aconteceu nessa partida aos garotos da base. Ele tiveram muita personalidade”, elogiou o zagueiro Danny Morais, um dos mais experientes atletas em campo.

"Treinamos apenas dois dias com essa formação. Sentimos desentrosamento e não conseguimos vencer", completou o lateral direito Neto.

A opção de escalar um time menos experiente foi tomada por conta do clássico deste domingo, contra o Vitória, pela final do Campeonato Baiano. Agora, o Bahia precisa vencer por três gols de diferença para ir à próxima fase do torneio nacional. Um triunfo por 2 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Já o Luverdense por perder por até dois gols de diferença, desde que marque um, que mesmo assim se classifica.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade