Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Brincadeiras e aval de Kleina já deixam novo zagueiro "leve e solto"

William Correia São Paulo (SP)

Gilson Kleina garante que nem entrou em contato com Tiago Alves durante a negociação do zagueiro com o Palmeiras, mas o relacionamento do técnico com o recém-contratado jogador fez a diferença e já facilita a vida do novo camisa 36 do Verdão. O reencontro com o chefe deixou o atleta à vontade no clube.

“Além de ser um profissional competente e de fazer um trabalho maravilhoso, o Gilson é uma pessoa maravilhosa. Conversou bastante comigo e me apoiou na Ponte Preta, me dando uma oportunidade que agarrei. E aqui já veio brincando, me deixando mais leve e solto. Só tenho coisas boas para falar sobre ele”, comemorou o jogador.

Tiago Alves chegou à Ponte Preta no ano passado para a disputa da Série A do Brasileiro e ganhou vaga entre os titulares, convencendo a diretoria com seu futebol mesmo depois da saída de Kleina para o Verdão, em setembro. Não foi difícil para o técnico dar seu aval à contratação após o jogador se destacar no Paulista pelo Mogi Mirim.

E Tiago Alves se mostra bastante grato. “Trabalhei com o Wendel na Ponte Preta no ano passado e tenho amigos em comum com o Marcelo Oliveira, que é uma pessoa dez. Mas não posso esquecer da comissão técnica, com o Gilson, o Juninho (auxiliar), o Jair (auxiliar), o (preparador físico Fabiano) Xhá...”, disse o zagueiro, ao citar uma recepção calorosa que veio até de concorrentes de posição.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Estilo de Gilson Kleina que mantém o elenco palmeirense unido facilitou a recepção ao zagueiro Tiago Alves
“São jogadores de qualidade, de Seleção até, como é o caso do Henrique. E tem o Mauricio Ramos e o André Luiz, que são excelentes. Venho para brigar com eles, fazer uma disputa sadia. Amizade nós já temos, porque me receberam muito bem. Vou trabalhar no dia a dia aqui sabendo que, independentemente de quem jogar, a posição vai ser bem representada”, apostou Tiago Alves, que se dispõe até a mudar de função.

“No ano passado, o Gilson precisou de mim para fechar a linha de quatro como lateral direito e joguei assim. Se precisar de novo, estarei à disposição”, afirmou o zagueiro, garantindo estar pronto para estrear no clube no próximo sábado, na primeira rodada da Série B, diante do Atlético-GO, em Itu.

“O Paulista acabou faz pouco tempo, resolvi meus problemas e agora está tudo certo. Minha parte física voltou ao normal porque fiquei parado pouco tempo. O ritmo de jogo está normal. Estou à disposição para o próximo jogo”, assegurou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade