Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Cássio amplia crédito com Alessandro e o salva mais uma vez

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Alessandro não é Julio Cesar, mas conta com resistência de boa parte da torcida do Corinthians, que parece até torcer por suas falhas para poder criticá-lo. O capitão do Mundial errou mais uma vez, contra o São Paulo, e foi novamente salvo pelo goleiro Cássio.

O lateral direito foi o único jogador do Timão a desperdiçar sua cobrança na disputa de pênaltis com o São Paulo que valeu vaga na decisão do Campeonato Paulista – o erro de Pato foi invalidado pela irregularidade na defesa de Rogério Ceni. Cássio rebateu a batida de Luis Fabiano e apagou o chute na trave do camisa 2.

Questionado por mais uma ajuda ao colega, o goleiro sorriu antes de responder. “Fiquei feliz por ter ajudado o Corinthians. Pênalti é difícil para o batedor. Temos de exaltar os nossos atletas pelo resultado nas batidas. Até o Alessandro, que errou”, afirmou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Alessandro tem ao menos três momentos no Corinthians em que ganhou grande ajuda de Cássio
O mais famoso auxílio de Cássio a Alessandro ocorreu nas quartas de final da última Copa Libertadores. Em lance que poderia ter sido fatal, o lateral perdeu a bola para Diego Souza do Vasco, e contou com um milagre do camisa 12 para evitar a eliminação do Corinthians, que acabaria sendo campeão.

No Mundial, o capitão foi mais uma vez candidato a vilão, rebatendo para trás um lateral e deixando Fernando Torres, do Chelsea, na cara do gol. Cássio fez mais uma de suas defesas impressionantes no Japão e assegurou a conquista alvinegra.

Alessandro já admitiu que provavelmente não estaria no Timão hoje não fossem as intervenções do goleiro. A vitória sobre o São Paulo nas semifinais do Estadual deste ano só ampliou o seu débito.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade