Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Goiano - ( - Atualizado )

Clássico da primeira fase vira exemplo para o Atlético-GO na final

Goiânia (GO)

Na primeira fase do Campeonato Goiano, o Goiás era o time a ser batido e o Atlético-GO havia iniciado uma reação após início irregular. Os rubro-negros comandaram as ações no primeiro tempo no Serra Dourada e chegaram a abrir 2 a 0 no placar, mas acabaram cochilando no segundo tempo e permitiram o empate esmeraldino.

Frente a frente com o rival na decisão do Estadual, Dodó relembrou os erros cometidos no empate em 2 a 2 para que o Dragão não se complique na primeira partida da final, marcada para as 16 horas (de Brasília) deste domingo na capital goiana.

Temos que procurar repetir o nível de atuação, mas precisamos lembrar do nosso último jogo contra o Goiás. Precisamos estar ligados o tempo todo. Conseguimos abrir 2 a 0, mas depois vacilamos”, alertou o volante, que ainda elegeu o lateral direito Vítor como ponto forte do Verdão: Temos de ter atenção com ele”.

Se pede atenção com as descidas de Vítor, Dodó não hesita em se colocar como uma das principais armas do técnico Waldemar Lemos para bater os adversários. Além de garantir proteção à defesa, o marcador tem aparecido no ataque e até marcado gols.

“Volante é válvula de escape de todo time, nosso papel é importante. Se o meia adversário não marca, eu posso sair. O Waldemar me dá muita liberdade para sair e o Ernandes ajuda na marcação. Estou conseguindo fazer gols, quem sabe eu não faça mais. Crescemos muito após a chegada do João Paulo e queremos manter esse nível”, projetou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade