Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Português - ( - Atualizado )

Com gol de brasileiro no fim, Porto vira o clássico e se torna líder

Cidade do Porto (Portugal)

Um gol nos acréscimos mudou o rumo do Campeonato Português. A vitória do Porto por 2 a 1 sobre o Benfica, um gol do brasileiro Kelvin aos 46 minutos do segundo tempo, alçou os Dragões à primeira colocação da competição. O resultado deixa o Porto com 75 pontos, um a mais que os rivais. Na última rodada, o Porto só dependerá de suas próprias forças para conquistar o título português.

Lima abriu o placar para o Benfica, aos 19 minutos da primeira etapa. O time da casa empatou aos 26, depois que Varela cruzou e a bola desviou em Maxi Pereira antes de entrar.

Paços de Ferreira conquista vaga inédita na Liga dos Campeões

Foi a primeira derrota do Benfica no Campeonato Português. Diante do vice-lanterna, Moreirense, no Estádio da Luz, a equipe da capital portuguesa precisará vencer e torcer para que o Porto seja derrotado pelo Paços de Ferreira, fora de casa.

Em caso de empate do Benfica e derrota do Porto, os Dragões levam vantagem pelo primeiro critério de desempate: saldo de gols nos confrontos diretos.

O jogo - A tensão que cercava a partida apareceu nos primeiros minutos do clássico. Por jogar em casa, o Porto procurava tomar a iniciativa e criar chances de gol, mas parava na sólida marcação do Benfica. O time da capital portuguesa encontrava dificuldades para sair do campo de defesa, o que tornou os momentos iniciais da partida pouco movimentados.

AFP
Varela comemora primeiro gol do Porto, que surgiu após cruzamento do meia e desvio de Maxi Pereira
A morosidade do jogo teve fim aos 19 minutos. Salvio cruzou da direita, Luisão tentou chutar, a bola sobrou para Garay, que finalizou torto. O atacante brasileiro Lima, livre de marcação e em posição legal, desviou para o gol, sem chances para Hélton.

Sete minutos mais tarde, o ex-santista Alex Sandro tocou para Varela, que aparecia aberto na ponta esquerda. O meia português foi para o fundo e cruzou rasteiro. A bola desviou em Maxi Pereira e deslocou o goleiro Artur, morrendo no fundo do gol.

Determinado a virar o placar, o Porto retornou ao segundo tempo com uma formação mais ofensiva. Logo aos três minutos, Varela arriscou chute de fora da área, mas a bola passou ao lado da trave esquerda defendida por Artur.

Perto dos 20 minutos, uma cena habitual em partidas da Copa Libertadores, foi vista no Estádio do Dragão. Enquanto se posicionava para cobrar o arremesso lateral, André Almeida foi atingido por um objeto lançado da arquibancada, pela torcida do Porto.

Aos 39 minutos, o colombiano James Rodríguez perdeu a chance de colocar o Porto à frente do Benfica na tabela de classificação. O camisa 10 foi lançado na entrada da área, pela ponta direita, e, um pouco desajeitado, finalizou de primeira. A bola triscou a trave de Artur e foi para fora.

AFP
Jorge Jesus, técnico do Benfica, não acredita em gol tomado no fim e perda da liderança
O gol que deu a vitória e a liderança foi marcado aos 46 minutos, pelo jovem brasileiro Kelvin. O atacante roubou a bola no meio de campo, tabelou com Liedson, e chutou forte, cruzado, no canto esquerdo de Artur. O técnico do Benfica, incrédulo, caiu de joelhos no gramado após o gol adversário.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade