Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Corinthians antecipa concentração para a partida com o Boca Juniors

Helder Júnior e William Correia São Paulo (SP)

O técnico Tite quer que os seus jogadores se esqueçam momentaneamente da final do Campeonato Paulista. O objetivo do time é ficar exclusivamente concentrado na partida contra o Boca Juniors, que colocará em disputa uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores da América, na quarta-feira, no mesmo Pacaembu onde o Corinthians venceu o Santos por 2 a 1 neste domingo.

“Até vamos nos concentrar amanhã (segunda-feira) à noite. Tudo para trabalhar bem para o jogo com o Boca”, informou Tite, que antecipou em um dia o período de reclusão dos seus atletas para o jogo decisivo do torneio continental. Dessa forma, o elenco irá se reapresentar no CT Joaquim Grava na tarde de segunda-feira e lá ficará até retornar ao Pacaembu na quarta-feira.

A precaução alimenta ainda mais a ansiedade dos corintianos para o jogo de volta contra os argentinos. “Somos humanos. A adrenalina ficará muito forte. Eu me conheço e sei que estarei pilhado. É o meu jeito. A emoção de jogos como esse é impressionante”, sorriu Tite, que só não quer transferir o nervosismo para o gramado. “Isso desfocaria a essência.”

Fernando Dantas/Gazeta Press
Após a vitória, Tite pediu para os seus jogadores se esquecerem momentaneamente do Santos
Mesmo sem pensar no Santos por enquanto (o segundo clássico da final do Campeonato Paulista será só no próximo domingo, na Vila Belmiro), Tite quer tirar proveito do bom rendimento deste domingo de sua equipe. O time só não poderá voltar a vacilar: com uma derrota por 2 a 1, por exemplo, o Boca consegue avançar na Libertadores por causa do gol marcado como visitante.

“Não sei se vamos nos classificar, mas, com esse desempenho, estaremos bem próximos da vaga”, afirmou Tite, que já conseguiu convencer os seus jogadores da necessidade de mudança de foco. “Não deixamos de fazer um bom resultado contra o Santos, mas, antes de pensar nisso, vamos nos preocupar com o Boca”, pregou o concentrado volante Ralf.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade