Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Alagoano - ( - Atualizado )

CSA e CRB se reencontram na final Estadual após 15 anos

Maceió (AL)

Com as duas melhores campanhas do hexagonal do Campeonato Alagoano deste ano, CSA e CRB começam a decidir o título Estadual neste sábado, às 16 horas (de Brasília) no estádio Rei Pelé depois de 15 anos. O CRB garantiu a vaga no último sábado, com uma vitória por 2 a 1 no CEO. Já o CSA empatou por 1 a 1 contra o ASA no domingo conquistando assim a oura vaga para a final que promete parar o estado.

Neste ano, as duas equipes se enfrentaram duas vezes no hexagonal do Alagoano e a vantagem é vermelha. No primeiro confronto, disputado no dia 17 de março, os times empataram no Rei Pelé por 1 a 1. No segundo clássico, em 6 de abril, o Galo venceu por 1 a 0, gol de Schwenck.

De acordo com sorteio realizado na segunda-feira pela Federação Alagoana de Futebol, o visitante no primeiro duelo da final será o CRB. Por isso o Galo só poderá contar com um maior número de torcedores na segunda e decisiva partida quando terá cerca de 70% do estádio Rei Pelé.

E, apesar de começar a esta “desvantagem”, justamente por ser o clássico das multidões, os jogadores não escondem a vontade de entrar logo em campo. Para Walter Minhoca, titular absoluto e peça importante do meio-campo do CRB, chegar à final da competição, sendo a partida o maior duelo regional, faz com que as atenções precisem ser redobradas. Para o jogador, que revelou estar feliz por estar em mais uma final na carreira, os detalhes podem definir o jogo para qualquer um dos lados.

“É bom, maravilhoso estar em uma final novamente, ainda mais sendo um clássico. É o jogo que todo jogador quer jogar, que o torcedor quer ver. O CSA também está de parabéns por chegar à final. O discurso pode até parecer batido, mas um jogo assim vai ser definido por detalhes, e aquela equipe que entrar mais concentrada vai levar o título.”, disse Minhoca.

O alvirrubro pode trazer novidades no time que entra em campo contra o CSA. Tendo realizado três treinamentos com portões fechados ao longo da semana, para definir as últimas estratégias para o clássico, além de trabalhar jogadas ensaiadas, o técnico Ademir Fonseca também deve promover uma mudança entre os titulares.

É o caso da entrada do atacante Denílson, no lugar de Carlão. O veterano, que voltou a campo na última partida do CRB, contra o CEO, pela semifinal do Alagoano, trabalhou firme durante a semana, se mostrou totalmente recuperado da lesão que tinha no joelho, e deve figurar entre os titulares.

No CSA, a esperança de gols está no artilheiro do Campeonato Alagoano, Everaldo. O atacante que balançou, por treze vezes, as redes adversárias vive a expectativa de se tornar campeão. Aos 21 anos, o artilheiro do CSA declarou que ainda não levantou o caneco como jogador profissional, motivo que acrescenta um gosto especial à conquista.

“Olha, antes de tudo, significa um grande passo na carreira, até porque seria o meu primeiro título jogando de titular e como artilheiro depois que me tornei profissional. Então, para mim, significa muita coisa e, coletivamente, nem se fala, tanto para o CSA quanto para todo o grupo de jogadores. Vamos dar o nosso melhor porque vai ser um feito inédito para nós e para o CSA também”, comentou Everaldo.

Além disso, a novidade no Azulão é a volta de Fabiano no lugar de Rogerinho, na lateral esquerda do time. A mudança no time do CSA é uma opção técnica do treinador Beto Almeida, que conta com força máxima para o clássico das multidões.

Não há vantagem para ninguém na decisão do campeonato e também não vale o saldo de gols. Se um time vencer o primeiro confronto por goleada e for derrotado na segunda partida, haverá prorrogação. Em caso de empate no tempo extra, o Campeonato Alagoano vai ser decidido nas cobranças de pênalti.

FICHA TÉCNICA
CSA X CRB

Local: Estádio Rei Pelé em Maceió (AL)
Data: 11 de maio de 2013, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Fabrício Vilarino da Silva (GO)

CSA: Flávio; Leandrinho, Leandro, Adalberto e Fabiano; Robson, Elyeser, Marielson (Rodriguinho) e Alex Henrique; Everaldo e Diego Clementino.
Técnico: Beto Almeida

CRB: Galatto; Paulo Sérgio, Audálio, Marcus Vinícius e João Vítor; Everton Luís, Jonnatthan, Jairo e Walter Minhoca; Denílson (Carlão) e Schwenck.
Técnico: Ademir Fonseca

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade