Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

De volta ao Pacaembu, Palmeiras busca classificação contra Tijuana

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

Depois de duas semanas de espera, o Palmeiras volta a campo nesta terça-feira, às 22 horas (de Brasília), para tentar confirmar sua classificação para as quartas de final da Copa Libertadores da América. Respaldado pelo empate que obteve no México, o Verdão necessita de uma vitória simples contra o Tijuana para avançar na competição e encarar o Atlético-MG na próxima fase.

A partida também marcará o retorno do Palmeiras ao Pacaembu, pois o clube completa nesta terça justamente um mês de sua última atuação no local, já que não se apresenta no estádio desde que goleou o Guarani no dia 14 de abril, pela primeira fase do Paulistão. A expectativa de comissão técnica, diretoria e jogadores é de que o campo seja um importante aliado, até porque os ingressos se esgotaram com antecedência.

“O apoio do torcedor tem uma importância gigantesca para nós. Sentimos toda a energia em campo”, afirmou o atacante Kleber, aliviado também por jogar novamente em um campo com grama natural, depois de ter atuado no gramado sintético do adversário. “A bola quicava muito lá e aqui estamos onde já conhecemos”.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Com Vinícius no ataque, Gilson Kleina volta com Palmeiras ao Pacaembu depois de um mês
Apesar de ter iniciado a temporada sob desconfiança, em função do rebaixamento no Brasileirão passado, o time de Gilson Kleina assumiu a estratégia dar ênfase à raça para compensar a carência técnica e está perto agora de dar mais um passo no torneio continental.

“Precisamos de sentimento de vitória, porque já passamos por isso e conseguimos a classificação. Não podíamos empatar contra Tigre e Libertad, e os jogadores foram briosos, criaram uma identificação”, afirmou o treinador, citando os triunfos em casa contra argentinos e paraguaios como exemplos de superação.

Apesar do empate sem gols no México, Kleina avisa que seu time não pode se acomodar, já que é obrigado a fazer gols para passar sem a necessidade dos pênaltis. Além disso, o comandante também elogia a capacidade do adversário. “Eles têm uma equipe rápida, que não deixa de ser agressiva fora de casa. Precisamos de cuidado, mas temos de fazer o dever de casa e nos classificar”.

Divulgação/Agência Corinthians
Martínez é o destaque do Tijuana no torneio (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)
Em relação à escalação, o treinador ainda não conta com Valdivia, que segue entregue ao departamento médico, assim como o goleiro Fernando Prass. Assim, Kleina planeja manter a escalação utilizada no empate em Tijuana. Marcelo Oliveira chegou a ser dúvida em função de dores nas costas, mas não deve ser problema.

Do outro lado, o Tijuana sonha em surpreender o Palmeiras. O técnico Antonio Mohamed chegou com sua equipe ao Brasil disposto a garantir a classificação para a próxima fase.

“É o momento justo para mostrarmos que este grupo quer fazer mais história. Esperamos fazer uma grande partida, esta é nossa esperança”, afirmou o comandante, que promete usar a experiência de ter atuado na capital paulista contra o Corinthians na fase de grupos. O Tijuana se classificará em caso de triunfo ou se conseguir um empate com gols no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X TIJUANA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 14 de maio de 2013, terça-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Juan Soto (Venezuela)
Assistentes: Jorge Urrego e Carlos Lopez (ambos da Venezuela)

PALMEIRAS: Bruno; Ayrton, Henrique, Maurício Ramos e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Tiago Real (Souza); Vinicius e Kleber
Técnico: Gilson Kleina

TIJUANA-MEX: Carlos Saucedo; Maduenã (Oliver Ortiz), Aguilar, Gandolfi e Edgar Castillo; Pellerano, Fernando Arce e Corona; Fidel Martínez, Riascos e Moreno
Técnico: Antonio Mohamed

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade