Comercial Expediente Contato
Acompanhe o GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ferguson anuncia aposentadoria e deixa United após 27 anos

Manchester (Inglaterra)

Depois de 27 anos à frente do Manchester United, Sir Alex Ferguson anunciou nesta quarta-feira que irá encerrar a carreira no final da atual temporada e se aposentar. O clube comunicou a decisão do treinador por meio de uma nota em seu site oficial.

Assim, o técnico comandará os Red Devils pela última vez no próximo dia 19, contra o West Bromwich, fora de casa, em jogo válido pela 38ª rodada do Campeonato Inglês. Antes disso, ele terá apenas mais uma partida, contra o Swansea, neste sábado, quando se despedirá de Old Trafford.

“A decisão de me aposentar foi extremamente pensada e difícil de tomar. Mas esta é a hora. É importante que eu deixe o Manchester na minha melhor forma, e acredito que fiz isso”, disse ele.

AFP
Ferguson no Mundial de 2008 (foto: Adrian Dennis)
O treinador agradeceu ainda aos jogadores e empregados do clube, “do presente e do passado, por um nível de conduta profissional e dedicação que ajudou na conquista de tantos triunfos. Sem a contribuição deles, a história deste grande clube não seria tão rica”.

Natural da Escócia e atualmente com 71 anos, Ferguson foi o treinador que mais tempo passou à frente de um clube na história do futebol. Ele chegou ao United em 1986 e, desde então, ajudou a equipe a vencer 13 vezes o Campeonato Inglês (incluindo o deste ano), duas vezes a Liga dos Campeões da Europa e outras duas o Mundial de Clubes. Ao todo, foram 38 taças erguidas no comando dos Red Devils. As conquistas com o principal clube inglês acabaram rendendo a ele o título de Sir, dado pela Coroa Britânica.

Antes de seguir a carreira de treinador, Ferguson atuou como atacante em times da Escócia, com relativo destaque, do final dos anos 50 até o começo dos anos 70.

A partir de 1974, já no comando do banco de reservas, passou por East Stirlingshire, St. Mirren e Aberdeen. Foi nesse último clube que sua carreira como treinador decolou de vez, após levar a equipe ao título da Copa da Uefa em 1983, equivalente à atual Liga Europa, diante do Real Madrid.

Em 1985, ele assumiu o comando da seleção da Escócia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo do México, torneio em que acabou eliminado na primeira fase. Mesmo assim, a carreira promissora no país vizinho acabou chamando a atenção do United - parceria  que chegou ao fim nesta quarta-feira, depois de 27 temporadas.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade