Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Grêmio cogita rever nomes para readequar orçamento no 2º semestre

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Fora da Libertadores, o Grêmio pode passar por um enxugamento de sua folha salarial. Sem R$ 6 milhões que poderia arrecadar por premiações caso chegasse até à final do torneio, o Tricolor, que montou elenco caro justamente visando a seu terceiro título sul-americano, deve rever alguns nomes para a disputa do Campeonato Brasileiro.

“Montamos um plantel para priorizar a Libertadores, fizemos os investimentos que poderíamos fazer. Agora, temos a possibilidade de readequar este time e buscar uma situação orçamentária mais equilibrada, buscando esse equilíbrio entre time competitivo e a readequação de gastos”, explicou o diretor de futebol Rui Costa, após a derrota por 1 a 0 para o Santa Fé, nesta quinta, em Bogotá.

Antes mesmo da queda o Grêmio já liberou alguns jogadores para aliviar sua folha salarial: Marcelo Moreno, Willian José, Bertoglio e Grolli representam uma economia de quase R$ 1 milhão mensais. A venda do volante Fernando para o futebol europeu pode ser uma alternativa para reequilibrar as contas.

Quinto colocado no Gauchão e eliminado nas oitavas da Libertadores, o Grêmio volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil, as duas competições que lhe restam na temporada. A estreia no Brasileirão será dia 26, contra o Náutico, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade