Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ídolo do Milan, Maldini prefere não opinar sobre Seedorf de técnico

Milão (Itália)

Ídolo do Milan, Paolo Maldini se esquivou das perguntas sobre o meia Seedorf, um dos mais cotados para assumir o comando técnico do time italiano. De acordo com o ex-jogador, que descarta a hipótese de estar à beira dos campos futuramente, o holandês seria uma incerteza no começo de uma nova carreira.

“Não posso comentar porque não sei. Pelo menos até que ele seja um treinador. Mas todos merecem uma chance”, comentou Maldini durante comemoração de aniversário da Sweet Years, empresa de moda da qual é membro – o ex-atacante Christian Vieri é seu parceiro.

Rechaçando ser técnico, Maldini, que também poderia retornar ao Milan, desta vez como gerente, confirmou que “a contribuição de ex-atletas é muito importante”. Seu pai, Cesare Maldini, já chegou a comandar a seleção da Itália e o próprio Milan.

De acordo com o jornal italiano Corriere dello Sport, o polêmico presidente Silvio Berlusconi, mesmo sem o aval dos outros dirigentes rubro-negros, já escolheu Seedorf como treinador para a próxima temporada europeia. No entanto, alguns fatores podem ser empecilho.

O curso a distância ministrado pela Uefa que vem fazendo em conciliação com os treinos do Botafogo poderá não ser o suficiente para convencer a diretoria milanista. O próprio protagonismo em General Severiano poderia ser outra barreira para o retorno de Seedorf, que fez história no Milan entre 2002 e 2012.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade