Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Kaká rebate Felipão em relação a Ronaldinho e nega volta ao Brasil

São Paulo (SP)

A pouco mais de um mês da Copa das Confederações, o meia Kaká, do Real Madrid, rebateu o técnico Luiz Felipe Scolari e afirmou que pode atuar ao lado de Ronaldinho Gaúcho na Seleção Brasileira. Na semana passada, o comandante chegou a afirmar que levaria apenas um dos dois jogadores para a disputa da competição.

"Já ganhei títulos com o Ronaldinho na seleção, jogamos Copas juntos e jogamos juntos em clube. Não tenho problema de relacionamento e nem de compatibilidade com o Ronaldinho dentro de campo", disse Kaká em entrevista ao canal ESPN.

Para o jogador, a Seleção Brasileira passa por um momento delicado, pois ainda não encontrou uma identidade para a disputa da Copa das Confederações. Kaká acredita que a nova comissão técnica, comandada por Felipão, teve pouco tempo para trabalhar, mas espera uma rápida evolução.

AFP
"Não tenho problema de relacionamento e nem de compatibilidade com o Ronaldinho", afirmou Kaká.
"Teve essa mudança na comissão técnica da seleção e a seleção está em busca de uma identidade. Isso é normal. A seleção está em construção dessa identidade, mas nada impede que nos próximos meses a seleção já crie essa identidade e mostre seu talento", explicou o meia do Real Madrid.

Reserva do Real Madrid, o jogador revelado no São Paulo alega que não pensa em voltar ao Brasil e, mesmo sem espaço, pretende continuar no futebol europeu. “Não é a minha prioridade voltar no Brasil. Minha prioridade seria permanecer na Europa por mais algum tempo e depois sim pensar em um possível retorno”, destacou Kaká.

O desejo, no entanto, pode não ser concretizado, já que o próprio admite que ainda depende do planejamento do Real Madrid para a próxima temporada. Eliminado da Liga dos Campeões e longe da conquista do Campeonato Espanhol, o clube merengue deve promover mudanças em seu elenco e Kaká não é unanimidade.

"Sinceramente quero ficar mais esses dois anos no Real Madrid, mas depende do planejamento do clube para a próxima temporada. Quero saber do clube qual a intenção deles. Se vão querer me manter aqui para as próximas temporadas, em quais condições vão me manter e se vou ter oportunidade de estar jogando ou não", concluiu o jogador brasileiro

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade