Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Kleina vê equipe inteligente por lidar com desgaste em campo pesado

Arapiraca (AL)

O Palmeiras abriu 3 a 0 no primeiro tempo e não concluiu nenhuma jogada de ataque depois do intervalo. Gilson Kleina admite que seus comandados não atenderam às suas ordens na vitória sobre o ASA, mas acabou elogiando a postura da equipe: evitou se cansar demais no campo pesado do estádio Coaracy da Mata Fonseca sem levar sustos.

“Não era o que queríamos, mas a equipe foi inteligente. Soubemos levar os três pontos de maneira tranquila”, comentou o treinador, ressaltando que a troca de Kleber, machucado, por Caio também influenciou na mudança, já que o garoto joga mais centralizado do que o centroavante titular.

Mas, além dos três gols no primeiro tempo, a longa viagem após jogar no sábado contra o Atlético-GO, em Itu, foi lembrada na análise do técnico. “Já tínhamos passado que o gramado é pesado. A grama é muito grande, o pé afunda muito e isso gera muito desgaste. E ainda tivemos uma recuperação curta de sábado para cá. Mesmo assim, fomos competentes.”

O time descansar sem deixar espaços na defesa foi um trunfo para Kleina. “Pedimos no intervalo para mantermos a mesma postura, mas que também procurássemos ter mais posse de bola para desgastar menos. Não aconteceu. A equipe deles avançou, abriu três atacantes e foi mais contundente, principalmente colocando mais de um no lado do Juninho. Mas não sofremos perigos”, comemorou.

Para sorrir, bastava o treinador lembrar do primeiro tempo. “Nossa equipe foi muito efetiva. Neutralizamos o ímpeto do ASA, que é muito forte no começo e podem ter certeza de que vai fazer muitos pontos aqui dentro. Quando atacamos, fomos objetivos, centralizamos e fizemos três gols”, analisou.

Gazeta Press
Técnico queria mais do time no segundo tempo, mas elogiou tranquilidade (Crédito: Ailton Cruz/Gazeta Press)

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade