Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa Libertadores da América - ( )

Léo Silva aprova máscara da torcida, mas quer Atlético-MG focado

Belo Horizonte (MG)

A Polícia Militar de Minas Gerais chegou a proibir a entrada de torcedores do Atlético-MG com máscaras do filme "Pânico" no Independência, mas voltou atrás e liberou a festa que será feita nesta quinta-feira, na partida contra os mexicanos do Tijuana. O zagueiro Leonardo Silva aprova a iniciativa dos torcedores de criar um clima sombrio para os adversários, mas deixa claro que os atletas têm que manter o foco no jogo para conquistar a vaga nas semifinais da Libertadores.

“Temos de manter o nosso foco. A gente acha muito legal essa atmosfera da torcida, por toda a mística criada por nós no Independência. E esperamos que eles nos ajudem", disse o defensor, que afirma que o desempenho favorável no Horto tem que ser confirmado mais uma vez, e que isso só vai acontecer com muito empenho.

"Não podemos achar que a vitória vai vir só porque uma frase foi criada. A máscara acho legal, mas a polícia sabe o que fazer para a segurança. A atmosfera é bem legal e esperamos manter isso por muito tempo”, disse o zagueiro, que considera o duelo contra o Tijuana como o jogo mais importante do ano para o Galo.

“A gente quer chegar à final e conquistar o título. Mas é jogo a jogo. Não podemos pensar lá sem pensar no jogo desta quinta-feira. Temos que jogar muito mais do que fizemos até agora. O jogo mais importante do ano para nós”, concluiu.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade