Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Lucas sente evolução em seu futebol e aprova Neymar na Europa

Rio de Janeiro (RJ)

Logo após o final da temporada 2012, Lucas deixou o São Paulo, pelo qual foi revelado ainda nas categorias de base, e se transferiu ao PSG, realizando o sonho de jogar no futebol europeu. No dia 11 de janeiro deste ano, o atacante brasileiro estreou pela equipe francesa no campeonato nacional – a Ligue 1 – e aos poucos ganhou espaço entre os titulares, atuando até mesmo em partidas da Liga dos Campeões.

Desta forma, o jogador de 20 anos teve que se acostumar com um padrão de jogo diferente do que encontrava no Brasil e parece não ter sentido dificuldade. Após cinco meses no PSG, Lucas admite que percebe uma evolução em sua carreira. “Já percebi uma diferença e uma melhora na parte tática. Eles cobram muito o seu posicionamento sem a bola. Isso é muito bom para mim e para a Seleção”, afirmou o brasileiro em sua apresentação à Seleção nesta terça-feira.

AFP
O jogador de 20 anos teve que se acostumar com um padrão de jogo diferente do que encontrava no Brasil.
O atacante está entre os 23 jogadores convocados por Luiz Felipe Scolari para defender a Seleção na Copa das Confederações, realizada no Brasil entre os dias 16 e 30 de junho. Em sua chegada ao Hotel Sheraton Rio, local marcado para a apresentação de toda a delegação, Lucas também não deixou de falar sobre a ida de Neymar ao Barcelona, concretizada no último final de semana.

Ambientado com o futebol europeu, o jogador do PSG acredita que a transferência também será importante para a evolução da carreira de Neymar, que passará a exercer também uma função tática no time catalão. “Todo mundo tem que ajudar. Não é marcar, mas atrapalhar um pouco adversário. O Neymar também sabe fazer isso, fez contra a Itália (em um amistoso da Seleção Brasileira). Então, vai ser bom para ele e para a Seleção também”, explicou Lucas.

As duas maiores esperanças da atual geração do futebol brasileiro terão a oportunidade de defender a Seleção a partir do próximo domingo, quando a equipe comandada por Felipão encara a Inglaterra, no Estádio do Maracanã, no próximo domingo. A estreia na Copa das Confederações será no dia 15 de junho, contra o Japão, no Mané Garrincha, em Brasília.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade