Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Luis Fabiano e estreante garantem vitória são-paulina sobre Londrina

Londrina (PR)

 

Foi de Luis Fabiano, centro das atenções do São Paulo no momento, um dos gols que garantiram a vitória por 2 a 1 em amistoso contra o Londrina, na noite desta quarta-feira. Insatisfeito por declaração do presidente Juvenal Juvêncio de que não é mais inegociável, o artilheiro balançou a rede no primeiro tempo e, já no intervalo, externou descontentamento.

O autor do gol admitiu que, a partir da "fatídica entrevista", dada há quase duas semanas, tem recebido sondagens. Também não negou que possa sair. A resposta foi seu último ato em campo nesta noite, pois, na volta para a etapa complementar, o técnico Ney Franco promoveu dez alterações. O estreante Roni, uma delas, fez o segundo gol, em chute da entrada da área – o time da casa descontou com Neílson.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
Mesmo pressionado, Luis Fabiano foi responsável pelo primeiro gol tricolor em Londrina

Antes do jogo, Jadson, que é nascido em Londrina, foi homenageado pelas autoridades locais. Depois, foi a vez de dirigentes e jogadores do São Paulo homenagearem os adversários, entregando-lhes faixas de campeão do interior paranaense. A amistosa cerimônia terminou com a execução do Hino Nacional por um violinista.

No início de um fraco primeiro tempo, os dois times se mostravam equilibrados. A primeira grande chance foi do Londrina, em cabeceio de Gilvan no travessão, após cobrança de falta de Bruno, aos 11 minutos. Aos poucos, porém, o São Paulo foi assumindo ligeiro domínio da partida, sem ritmo acelerado, mas com maior posse de bola.

Apostando bastante nos lados do campo, ora com Douglas, ora com Carleto, a equipe paulista chegou ao gol aos 18 minutos. Em cruzamento do lateral esquerdo para o meio da área, Luis Fabiano saltou entre dois marcadores e desviou de cabeça para a rede. Na comemoração silenciosa do gol, o atacante recebeu abraço de quase todos os companheiros.

O Londrina começou a se arriscar um pouco mais, tentando aproveitar a falta de entrosamento do rival, que atuava com peças diferentes principalmente do meio-campo para frente. Mas os lances mais agudos do time da casa quase sempre eram invalidados por impedimento do veloz lateral esquerdo Wendell.

Do lado são-paulino, enquanto Jadson passou a ser melhor acompanhado pelos volantes, Silvinho começou a buscar mais jogo. Além de ajudar defensivamente, o atacante quase ampliou a vantagem aos 42 minutos. Ele ajeitou bola com o peito e bateu rasteiro no canto direito do goleiro, que foi salvo por Gilvan, praticamente em cima da linha.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
Estreante Roni também deixou sua marca na vitória do São Paulo em Londrina

No retorno do intervalo, o técnico Ney Franco manteve apenas Denis. Nas outras dez posições, fez alterações para testar jogadores promovidos das divisões de base e outros contratados, como o lateral direito Camarelo e o meia-atacante Roni, ambos vindos do Mogi Mirim.

Aos oito minutos, o lateral arriscou arremate próximo ao travessão, que mais tarde seria carimbado por Aloísio. Dois minutos depois, Roni bateu de perna esquerda e acertou o ângulo da meta de Danilo, aumentando a vantagem são-paulina. O Londrina, no entanto, descontou aos 14. Depois de Denis salvar chute à queima-roupa, não conseguiu defender cabeceio de Neílson.

O substituto de Rogério Ceni - que seguiu em tratamento ao lado de Paulo Henrique Ganso e Osvaldo - ainda deu lugar a Léo. O jovem goleiro fez uma única defesa até o apito final do árbitro, porém uma defesa importante, em forte falta cobrada nos minutos finais. Garantido o magro triunfo no Estádio do Café, o São Paulo agora volta a campo no domingo, pela estreia no Campeonato Brasileiro, frente à Ponte Preta, em Campinas.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade