Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Marcos critica arbitragem da Libertadores e alerta times brasileiros

São Paulo (SP)

Nesta quinta-feira, depois dos erros do árbitro Carlos Amarilla no confronto entre Corinthians e Boca Juniors, que terminou empatado em 1 a 1, decretando a eliminação do Timão da competição continental, o ex-goleiro do Palmeiras Marcos, se manifestou em sua rede social contra a arbitragem do torneio.

Campeão da edição de 1999, e eliminado nos dois anos seguintes pelos Xeneizes, Marcos citou erros de arbitragem na edição 2000 que prejudicaram o Palmeiras e alertou os times brasileiros que ainda continuam na competição.

“Em 2000 o Palmeiras foi muito prejudicado contra o Boca, na terça, o juiz deixou os mexicanos fazerem cera o tempo todo e anulou um gol legítimo, e ontem o Corinthians foi prejudicado também. Até quando a Conmebol vai permitir arbitragens tão fracas em um campeonato como a Libertadores? É bom o Galo, Flu e Grêmio ficarem espertos!”, disparou.

Além de 2000, os palmeirenses também reclamam muito da arbitragem contra o Boca Juniors em 2001, quando os times se enfrentaram nas semifinais. O árbitro teria deixado de marcar dois pênaltis para os paulistas, além de marcar uma penalidade máxima inexistente a favor dos argentinos, que conseguiram a vaga para a final nos pênaltis na ocasião.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O árbitro Carlos Amarilla deixou de dar um pênalti e anulou um gol legal do Corinthians

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade