Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Mesmo atuando na Ressacada, América-MG bate Avaí por 3 a 0

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O América-MG voltou a mostrar um futebol de qualidade, e na base da vontade e da raça, o Coelho conseguiu surpreender o Avaí dentro da Ressaca, arrancando a classificação na Copa do Brasil. Os mineiros perderam o jogo de ida por 1 a 0, no Independência, e deram o troco nesta quinta-feira, vencendo por 3 a 0 e avançando na competição nacional.

O primeiro gol do jogo foi anotado pelo avante Fábio Júnior, que mostrou oportunismo dentro da área, para estufar as redes avaianas. No segundo tempo, o volante Leandro Ferreira ampliou com chute de fora de área e novamente Fábio Júnior, em cobrança de pênalti, garantiu a classificação do Coelho e acabou com um jejum de gols da equipe mineira, que já durava quatro jogos.

Classificado para a próxima fase da Copa do Brasil, o América-MG vai encarar o Internacional na sequência da competição nacional. Já o Avaí segue reformulando o elenco e passa a focar a disputa do Brasileiro da Série B, prioridade dos avaianos para a temporada.

O jogo – América-MG e Avaí iniciaram o duelo com muita marcação no meio-campo, mas com os catarinenses buscando mais o gol. Aos cinco minutos, Neneca tentou interceptar cruzamento e conseguiu apenas um corte parcial, dando rebote para Roberson, que desperdiçou a primeira chance do jogo. Aos poucos, o Avaí passou a ter mais posse de bola e a ser mais perigoso ofensivamente.

Precisando vencer para avançar na Copa do Brasil, o Coelho encontrou dificuldades na transição da defesa para o ataque, facilitando na maioria das vezes o trabalho dos zagueiros avaianos. Preocupado com a situação, o técnico Paulo Comelli orientou os comandados a beira do gramado, mas dentro de campo, a equipe abusava dos erros.

Divulgação/Vipcomm
Após perder em casa, o América-MG se recuperou e garantiu vaga na terceira fase da Copa do Brasil
Aproveitando uma dessas bobeadas do time mineiro, o Avaí quase chegou ao gol aos 23, quando o atacante Reis ganhou dos zagueiros, mas parou no goleiro Neneca. Como o América-MG agredia pouco, os donos da casa começaram a ter as rédeas da partida, acuando os visitantes no campo defensivo.

Apesar de atacar mais, o time de Ricardinho também errava muito e acabou castigado em um lance de bola parada. Aos 32, o América-MG cobrou escanteio pela direita, houve desvio do ataque americano e a bola procurou o avante Fábio Júnior, que com liberdade mandou para as redes do Avaí, em uma das poucas oportunidades claras do time mineiro.

Com o gol, o América-MG passou a acreditar na classificação e a ter mais confiança para trocar passes, o que aumentou o rendimento do time em campo. Com isso, o Avaí ficou nervoso, promovendo uma verdadeira reviravolta no panorama do jogo, que apresentava um cenário com os donos da casa melhores.

Na volta para a etapa complementar, o Avaí tentou exercer pressão em cima do América-MG, que apostou nos contra-ataques e nos arremates de longa distância para tentar o segundo gol. Aos dez minutos, os catarinenses conseguiram boa trama ofensiva pela direita, que terminou com a cabeçada de Reis na trave do goleiro Neneca.

A resposta do América-MG não demorou, e surgiu com um chute forte da entrada da área do volante Leandro Ferreira, que contou com um desvio na zaga avaiana para enganar o goleiro Diego e deixar o Coelho em situação confortável na partida. Após o tento alviverde, os visitantes passaram a administrar o marcador, deixando o tempo passar.

Aproveitando o descontrole emocional do Avaí, o América-MG passou a ser melhor no jogo nos últimos 15 minutos, desperdiçando chances claras de construir um resultado mais elástico. Aos 35, Leandro Silva derrubou Willians dentro da área, o árbitro Wagner dos Santos Rosa marcou pênalti para o Coelho, que Fábio Júnior converteu, garantindo a vaga na próxima fase da Copa do Brasil.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade